O avião que transportava a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, foi forçado a aterrar, nesta quarta-feira, após um "problema mecânico" que fez com que entrasse fumo na cabine, segundo avançou a CBS News. O avião voltou à base aérea Andrews, em Maryland, nos EUA, de onde tinha descolado e pousou em segurança.

A diretora de comunicação de Donald Trump, Stephanie Grisham, disse à CNN que o incidente foi provocado por "um pequeno problema mecânico". O fumo começou a sair para a cabine 10 minutos depois do avião ter descolado e os tripulantes ofereceram toalhas aos jornalistas a bordo, para taparem a boca para se protegerem do fumo.  Stephanie Grisham afirma que, apesar do susto, "estão todos bem".

Melania estava a viajar para Filadélfia para participar num evento no Thomas Jefferson University Hospital.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.