O Airbus 320 fez uma aterragem de emergência no Aeroporto Internacional Wuhan Tianhe, na Província de Hubei, centro da China, às 22h55, mais de três horas depois de levantar voo do Aeroporto Internacional de Xangai Hongqiao.

A camada externa de vidro do lado esquerdo do assento do piloto rachou, quando a aeronave de estava a voar perto de Wuhan. Os membros da tripulação fizeram a aterragem no aeroporto mais próximo de acordo com o procedimento de emergência, explicou a companhia aérea em comunicado.

Depois de descer 4.300 metros em sete minutos, o avião aterrou em segurança e todos os passageiros a bordo foram devidamente acomodados e os seus itinerários foram reorganizados. Ninguém ficou ferido. As causas do incidente ainda não são conhecidas.

O  Airbus A320-200 tem quase 13 anos de serviço e modelo que possui até seis camadas no vidro da cabine. Segundo especialistas, o avião está seguro desde que qualquer camada de vidro intermediária ou interna ainda esteja intacta.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.