Depois de lançar a proposta a 5 de novembro, Sharon Hurt faz agora pressão junto ao presidente da câmara de Nashville, David Briley, para que ouça a sua proposta.

Segunda a Fox News, os membros do Conselho de Autoridade Aeroportuária seguem uma política que determina que as personalidades devem estar mortas há pelo menos dois anos, antes que possam ser homenageadas com um edifício com o seu nome. Além disso, devem ter feito uma "contribuição substancial" no campo da aviação.

Oprah viveu em Nashville e, embora não atenda aos requisitos da diretoria do aeroporto, Sharon Hurt considera que é qualificada para ser homenageada. "É a Oprah. Nashville tem uma posição única para poder oferecer esse tipo de reconhecimento a alguém que é muito merecedor", disse Hurt ao Tennessean. "Acho que é uma grande oportunidade para reconhecermos alguém como a Oprah."

De acordo com a Fox News, o conselho da Autoridade do Aeroporto de Nashville deve-se reunir em 19 de dezembro para discutir a proposta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.