As primeiras receitas deste prato surgem algures entre os séculos XVI e XVIII com o nome de Arroz à Valenciana, devido à sua origem no leste espanhol, ao pé da lagoa da Albufera de Valência, região bem conhecida pelos seus campos de arroz.

Arrozais de Albufeira
Arrozais de Albufeira créditos: Mais Pra Lá

Foi graças à grande disponibilidade de arroz que os camponeses, juntando outros ingredientes do campo, criaram esta receita que é hoje considerada um dos pratos mais famosos do mundo.

Naquela altura, eram então os camponeses que se juntavam para o almoço trazendo o que tinham colhido nesse dia e cozinhavam com a Paella em cima do fogo. Um prato simples que depois seria partilhado por todos. Ainda hoje manda a tradição que se deve comer diretamente da Paella e de colher. Algumas teorias dizem até que paella deriva da palavra árabe “baqiyah”, que significa ‘sobras’ o que pode remeter ainda mais para a origem humilde do prato.

Paella Valenciana
Paella Valenciana créditos: Mais Pra Lá

Mas então quais são os ingredientes da paella?

Originalmente, os ingredientes utilizados eram os que fossem fáceis de encontrar no campo, desde leguminosas locais como a ferradura, garrofón e tavella e entre outras verduras, o tomate, o frango, o coelho, o açafrão, caracóis, o alecrim e claro está, o ingrediente principal, o arroz.

Então, e os frutos do mar? Na sua génese, a Paella Valenciana é um prato do campo e não de mar e por isso os frutos do mar não faziam parte da receita. No entanto, com o evoluir da receita e a maior popularidade do prato, foram feitas alterações e hoje podemos encontrar muitas combinações e formas diferentes de o fazer.

Nós fomos experimentar e conhecer melhor este prato em El Palmar, no Parque Natural de Albufera em Valência e temos algumas sugestões para ti no nosso artigo “Pedalar até à origem da paella em Valência – Sugestão fora da rota”, passa por lá!

Já agora, segue as nossas aventuras de viagem no nosso Instagram e passa no Blog Mais pra Lá para mais artigos e dicas de viagem.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.