Uma das dificuldades quando se visita a Suíça, e até mesmo para os residentes, é que qualquer subida a uma montanha seja de teleférico ou comboio de montanha, mesmo com halbtax, GA, ou qualquer outro cartão de desconto, fica sempre consideravelmente cara. Outra é que, durante os meses de maio e outubro/novembro, a maioria dos teleféricos fecha para manutenção e não dá para subir para a grande maioria dos sítios onde estão os lagos de montanha e as caminhadas. Ou melhor, em muitos dos casos até dá para subir a pé, mas são subidas muito acentuadas, demoradas e sem grande interesse paisagístico.

Klöntalersee

Klöntalersee
Klöntalersee créditos: Mundo Magno

Este lago é um dos destinos favoritos de quem vive na parte alemã da Suíça e fica no cantão de Glarus a cerca de 1 hora de Zurique. Tem várias praias ao longo do lago e até dois parques de campismo, um em cada ponta. Para além de muito, muito bonito, há ainda a possibilidade de alternar os mergulhos no lago com um percurso de 6,5 Km por entre a floresta e as cascatas à volta do lago.

Morada: Klöntalerstrasse, 36, 8750 Suíça

Coordenadas GPS: 47.033115, 9.006593

Transporte público: apanhar o comboio até Glarus e depois há um autocarro que chega a Klöntal em 17 minutos.

Näfels Obersee

Näfels Obersee
Näfels Obersee créditos: Mundo Magno

Ainda no cantão de Glarus, a 1 hora de Zurique, fica este lago de montanha verde esmeralda que além de lindo vem com o bónus de um percurso de rally em montanha para lá chegar. Pronto, não é bem assim, mas para chegar ao topo da montanha é preciso subir uma estrada com curvas e contracurvas e apenas com espaço para um sentido mas que na prática funciona com dois. Mas calma que apesar de tudo vai tendo vários sítios para encostar e deixar os outros carros passar.

O lago tem um pequeno percurso de 2,5 Km muito bom para fazer com crianças, incluindo com carrinho.

Morada: Oberseestrasse, 69, 8752 Näfels

Coordenadas GPS: 47°05’17.6″N 9°01’16.5″E

Não há transporte público entre Näfels e o lago

Vale do Lauterbrunnen

Vale do Lauterbrunnen
Vale do Lauterbrunnen créditos: Mundo Magno

Ninguém deveria visitar a Suíça sem incluir Lauterbrunnen, no Berner Oberland, no roteiro. Nem que seja apenas para caminhar pelo vale sem apanhar nenhum dos teleféricos ou comboios para as montanhas à volta. Já lá estivemos mais de 100 vezes mas ainda nos consegue arrancar suspiros e sorrisos de cada vez que lá vamos.

Para quem não sabe do que estou a falar, se assistiram a algum dos filmes da trilogia Senhor dos Anéis, vão reconhecer imediatamente o lugar quando o virem. Foi este o lugar que inspirou J.R.R. Tolkien para compor a paisagem de Rivendell, quando visitou Lauterbrunnen em 1911.

O vale tem 72 cascatas incluindo a Trümmelbach, património natural da UNESCO, que consiste numa série de 10 cascatas interiores formadas pelos glaciares das montanhas Eiger, Mönch e Jungfrau.

O trilho completo, de uma ponta à outra do vale tem 4,3 Km. Dá para regressar de autocarro ou novamente a pé.

Morada: Pfrundmatte, 419, 3822, Lauterbrunnen

Coordenadas GPS: 46°35’31.2″N 7°54’27.9″E

Transporte público: Há comboio até ao vale.

Lago Derborence

Lago Derborence
Lago Derborence créditos: Mundo Magno

Este lago fico no cantão do Valais e para além das águas verde esmeralda e a moldura de montanhas que o rodeia tem uma das estradas de acesso mais interessantes da Suíça. Mas também há quem lhe chame assustadora por ser muito estreita e cheia de túneis de pedra apenas com um sentido... é incrível como é que o autocarro da Post consegue fazer o percurso.

É um dos lagos mais novos da Europa e o mais novo da Suíça, e surgiu no século XVIII depois do colapso parcial de uma das montanhas ali ao pé. Há várias caminhadas na zona incluindo uma bastante acessível à volta do lago por entre a floresta.

Morada: Chapelle, 1976 Conthey

Coordenadas GPS: 46.2214311 7.3044691

Transporte público: apanhar o comboio até Sion e depois autocarro até Derborence.

Suíça: dicas importantes para planear uma viagem
Suíça: dicas importantes para planear uma viagem
Ver artigo

Valle Verzasca

É provavelmente o sítio mais bonito do cantão do Ticino. E tem uma deliciosa aura de pequena aldeia medieval com a ponte de pedra e a torre da igreja ao fundo. E como se isto não fosse suficiente, no verão dá para nadar em Lavertezzo nas águas frescas do rio Verzasca com a Ponti dei Salti como pano de fundo.

Para quem quiser fazer caminhadas há duas particularmente interessantes e ótimas para fazer com crianças incluindo mais pequenas. Uma, a Corippo - Oviga di Fuori - Lavertezzo, começa na famosa Ponte dei Salti. Depois de estacionar, atravessar a ponte e virar à esquerda. Durante uma hora o percurso corre junto ao rio por entre florestas e aldeias de pedra. Incluindo a aldeia mais pequena da Suíça com apenas 13 habitantes, Corippo.

A segunda, o Sentiero Verzasca, está na lista do Turismo da Suíça das 32 melhores caminhadas a fazer no país. Lugar bem merecido, diga-se. Começa em Sonogno e acaba em Lavertezzo. São 13 Km por entre bosques e aldeias e tem uma componente muito interessante, as estações de atividades para as crianças ao longo do percurso.

Se acharem que a caminhada é muito longa podem sempre começar ou parar em qualquer altura e apanhar o autocarro, que passa de hora a hora, de volta ao ponto de partida.

Morada: Valle Verzasca, 6633 Lavertezzo

Coordenadas GPS: 46.259202 8.8385753

Transporte público: Apanhar o comboio até Tenero e depois o autocarro até Lavertezzo.

Engstlensee

Engstlensee
Engstlensee créditos: Mundo Magno

Este é um dos lagos mais bonitos e um dos segredos mais bem guardados do país. Mas a melhor parte é que este lago vem com o bónus de o acesso se fazer por um vale que parece ser retirado de um filme do Senhor dos Anéis. É como que um Lauterbrunnen mas em melhor. Sem turistas, sem infraestruturas, sem qualquer aditivo e uma overdose de beleza natural.

Para entrar no vale é preciso subir uma montanha e no cimo, à entrada do vale, há um pequeno café onde se vende a “portagem” da estrada. Sim, a estrada é privada e pertence a várias famílias que vivem no vale. O paraíso custa apenas 8CHF de entrada por carro.

Ao longo do percurso até ao lago, vão encontrar dezenas de cascatas, cada uma mais exuberante do que a outra, e centenas de marmotas a correr pelos campos. Chegados ao lago e quanto a caminhadas existem vários percursos, desde um mais pequeno que dá a volta ao lago, com apenas 1, 7 Km, até outros de horas.

Morada: Engstlenalp, 3862 Innertkirchen

Coordenadas GPS: 46.775768, 8.344038

Transporte público: Apanhar o comboio até Meiringen e depois outro comboio até Innertkirchen Grimseltour. A seguir apanhar o PostAuto bus até Engstlenalp. Existem poucos autocarros por dia por isso é preciso ter cuidado com o planeamento das horas.

Hotel Belvedere: nas curvas vertiginosas do Furka Pass, com vista para os Alpes e um glaciar mesmo em frente
Hotel Belvedere: nas curvas vertiginosas do Furka Pass, com vista para os Alpes e um glaciar mesmo em frente
Ver artigo

Albert Heim Hut

A caminhada para o Albert Heim Hütte é uma das nossas caminhadas favoritas. Mas é necessário ter em atenção que esta caminhada só é possível de realizar quando o Furkapass está aberto.
Depois do ponto mais alto do pass, já na descida em direção a Realp, vão encontrar um parque de estacionamento, o parque Tätsch. Depois de estacionar são 7 Km (2:30 horas) e um desnível de 500 metros até um refúgio, que tal como o nome indica, foi mandado construir pelo geólogo e especialista em glaciares de Zurique, Albert Heim. A caminhada está repleta de clichés suíços: montanhas, glaciares, paredes de escalada e pequenos riachos. É possível pernoitar no refúgio marcando com antecedência.

Morada: Tienfenbach (Furka)

Coordenadas GPS: 46°35’33.8″N 8°27’41.7″E

Transporte público: comboio até Realp e depois autocarro até Tienfenbach. Há apenas um autocarro por dia, às 8:42.

Steinsee (sustenpass)

Suíça: caminhadas por montanhas, lagos e vales secretos - sem ter de pagar teleféricos ou comboios
Steinsee (sustenpass) créditos: Mundo Magno

O Steinsee é um dos muitos lagos de pass na Suíça. Fica no Sustenpass no Berner Oberland. Apesar de estar em altitude e num pass que fecha no outono e inverno, tem a vantagem de, ao contrário do que sucede com muitos dos outros, estar acessível a partir de maio ainda antes da abertura total do pass.

O lago está aos pés de um glaciar, o glaciar Stein, que infelizmente ano após ano tem vindo a diminuir, e tem inúmeras caminhadas com vários graus de dificuldade para fazer ali à volta. A nossa favorita é o Steinalp Glacier Trail que começa no Hotel Steingletscher. É uma caminhada de apenas 4 km, cerca de 1,5 horas, mas com uma ambiente e vistas incríveis do glaciar e do lago e muita informação sobre o glaciar ao longo das 15 paragens/estações do percurso.

Morada: Steingletscher, Susten Pass.

Coordenadas GPS: 46.7292154 8.4467833

Transporte público: Apanhar o comboio até Meiringen e depois o autocarro até à paragem Steingletscher, Susten.

Creux-du-Van

Creux-du-Van
Creux-du-Van créditos: Mundo Magno

É carinhosamente chamado de Grand Canyon suíço. Pode não ser tão grande e imponente como o original mas é uma caminhada bem interessante. Basta estacionar junto ao restaurante Le Soliat e caminhar uns 300 metros. A volta completa ao anfiteatro de pedra perfaz 2 km. No entanto é possível fazer a Sentier du Creux-du-Van, uma caminhada de 14 Km na lista das 32 caminhadas recomendadas pelo Turismo da Suíça.

Apesar de ter algumas proteções naturais é necessário ter muito cuidado com as crianças pequenas. Esta caminhada dá para combinar com outra que fica na proximidade, a Areuse Gorge.

Morada: La Baronne, 2108

Coordenadas GPS: 46.3698754 6.1155046

Transporte público: Não existe autocarro mesmo até ao início do trilho. A paragem mais perto é a de Noiraigue e depois é necessário caminhar 4km.

Vale Gasterntal

Este vale é mais um dos segredos guardados a sete chaves pelos suíços e normalmente só é frequentado por locais. Fica em Kandersteg, uma zona turística conhecida pelo Blausee e pelo Oeschinensee, mas a maior parte das pessoas desconhece a existência deste vale secreto.

Vale Gasterntal
Vale Gasterntal créditos: Mundo Magno

Para o encontrar é preciso ir até ao fim de Kandersteg, cerca de 400 metros depois do teleférico Kandersteg-Sunnbüel. A partir daí há três opções:

1- Deixar o carro no estacionamento e seguir a pé durante cerca de 2 km até ao vale;

2- Ir de carro ou bicicleta. Para isso é necessário pagar 12CHF na máquina perto do início da estrada (as bicicletas não pagam) e depois subir tendo em atenção que é uma estrada de gravilha muito estreita e por isso a condução é alternada estando os horários afixados no início. Normalmente há 20 minutos para subir, seguidos de 10 minutos de margem de segurança, e a seguir 20 minutos para descer com mais 10 minutos de segurança. A estrada só por si vale a viagem…

3- De junho a outubro há um pequeno transfer público mas é necessário reservar vez por telefone.

Chegados ao vale há inúmeras caminhadas (aconselho a que pelo menos façam a que vai até Selden), cascatas e quintas com animais.

Morada: Dorfstrasse, 3718 Kandersteg

Coordenadas GPS: 46.4975866 7.6756638

Transporte público: Há comboio até Kandersteg. Apanhar o autocarro até ao fim do vale ou ir a pé.

Sigam as nossas aventuras no Instagram Mundo Magno

Artigo originalmente publicado no blogue Mundo Magno

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.