Talvez nunca tenha ouvido falar de Kalavantin Durg, mas agora já não se vai esquecer. Fica nos Gates Ocidentais, perto de Mumbai, na Índia, e é um dos lugares abandonados mais bonitos do mundo. Oferece vistas maravilhosas, porém, chegar até ao topo poderá não ser fácil.

Segundo a lenda, Kalavantin Durg terá sido construído em homenagem a uma rainha chamada Kalavantin. Este forte também é conhecido como a “subida para o céu”. Descubra o percurso pedestre até ao forte.

Trilho para Kalavantin Durg

O ponto de partida fica na aldeia de Thakurwadi e até Kalavantin Durg e ao Forte de Prabalgad são cerca de três horas a caminhar. O caminho faz-se por escadas em ziguezague embutidas nas bordas das montanhas rochosas, sem corrimão de proteção ou corda.

O caminho torna-se, entretanto, mais acentuado, contudo, os mais aventureiros não serão dissuadidos. As vistas que lhe esperam são capazes de deixar qualquer um de queixo caído, assim como a paisagem. Apesar dos riscos, a caminhada vale a pena. Espere ainda vislumbrar as pequenas cachoeiras ao sul de Kalavantin Durg.

Nota: Esta caminhada não é recomendável para quem sofre de vertigens.

Kalavantin Durg: o forte mais perigoso do mundo
créditos: Dinesh Valke| Flickr

A caminhada é sinalizada com barracas de chá e de pequenos snacks, seguidas pelo ponto do pequeno-almoço que fica no planalto mais baixo de Prabalmachi, numa aldeia que serve de base intermediária situada a uma altitude de 390 metros acima do nível do mar.

Este é o lugar ideal para relaxar, recarregar baterias para o caminho a seguir, encher as garrafas de água e tirar algumas fotos dignas de partilha no Instagram. Aqui, terá vistas deslumbrantes de encostas verdes exuberantes, natureza pura e também do vale abaixo.

A partir deste ponto, prepare-se. O caminho torna-se bastante íngreme e as chuvas elevam o nível de risco. O caminho fica escorregadio, obrigando os trekkers a agarrarem-se às rochas e às raízes das árvores.

À medida que se sobe, o percurso torna-se ainda mais traiçoeiro até que consiga, finalmente, chegar ao topo do Kalavantin Durg, apreciar a magnífica vista e esquecer a difícil subida até lá. Mergulhe nas vistas deslumbrantes dos Gates Ocidentais, Prabalgad, Peb, Irshalgad e Chanderi Forts. Aprecie também as vistas panorâmicas de Matheran e da cidade de Mumbai.

A Prabalmachi Village oferece inúmeras opções de homestay. Também pode consultar um operador turístico para lhe providenciar acomodações.

De acordo com a Culture Trip, o maior desafio é o caminho de volta cheio de pedregulhos e com terreno escorregadio. Ao descer, siga o trilho estreito que o leva até ao Forte de Prabalgad, que demora um pouco mais de uma hora a chegar. O melhor será fazer o caminho acompanhado por um profissional, pois é um caminho bastante íngreme. A área é habitada por uma população considerável de cobras. Ao estar entre as nuvens e ao mergulhar na beleza natural, vários serão os momentos em que não vai esquecer no topo do Forte de Prabalgad.

Kalavantin durg
créditos: Avinash Bhanu| Flickr

A descida do Forte de Prabalgad para Thakurwadi leva a um trilho diferente através da floresta, que é relativamente fácil, porém, visualmente intrigante como o primeiro.

É possível fazer o trilho de Kalavantin Durg durante todo o ano, no entanto, a melhor altura é entre outubro e maio, e é aconselhável evitar a estação das monções.

O que levar na mochila

É importante levar calçado adequado para trekking, de preferência robustos, assim como um kit de primeiros socorros, medicamentos pessoais, garrafas de água de dois litros e barras energéticas. Vista equipamento apropriado inverno ou chuva, conforme a estação.

Tours de trekking

Existem várias opções de tours em Mumbai, que fica aproximadamente a 47,6 quilómetros do forte. As tours incluem transporte da estação ferroviária de Panvel até Thakurwadi, comida, tendas e um guia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.