Kat Kamalani, uma comissária de bordo e estrela em ascensão do TikTok, partilhou um vídeo onde mostra de forma detalhada os lugares mais sujos no interior do avião.

O vídeo, “Flight attendant hack. GROSS things on an airplane", foi publicado há cerca de um mês, no dia 08 de setembro, e tem mais de 1,2 milhão de visualizações e 270 mil gostos.

“Antes de mais nada, não toque no bolso do banco de trás”, aconselha Kamalani aos seus seguidores. “São limpos entre voos, mas não são higienizados. Pense nos lenços de papel sujos, sacos de vómitos e lixo que estão dentro deles.”.

De seguida, a comissária de bordo aconselha os passageiros a higienizarem os tabuleiros. “Já vi muitos pais a utilizarem-nos para mudar as fraldas dos filhos e depois a colocarem as fraldas sujas no bolso do banco”.

“Estas saídas de ar, já viram milhares de mãos. Limpe-as antes de tocá-las”, acrescenta Kamalani, antes de afirmar que os guias de segurança, normalmente encontrados na parte de trás dos assentos, também não são higienizados pelas companhias áreas.

Kamalani aconselha os passageiros a limparem a fivela de segurança e a utilizar um lenço para trancar a porta da casa de banho.

Para finalizar o vídeo, Kamalani dá uma "dica" para as mulheres: "você sempre pode encontrar almofadas escondidas em um compartimento do banheiro".

Devido à pandemia, as companhias aéreas adotaram novas formas de tornar o voo mais seguro, incluindo protocolos de limpeza com foco na COVID-19.

Em junho, um professor de Saúde Pública da Auburn University, Robert A. Norton, aconselhou os passageiros a levarem consigo um pacote de toalhitas desinfetantes para limparem as áreas de alto contato, como os tabuleiros, as alças dos cintos de segurança, os ecrãs nos assentos e muito mais durante as viagens.

“Limpar o tabuleiro com uma toalhita desinfetante é sempre uma boa ideia, mesmo sem contar com a pandemia”, comentou. “Ajuda a proteger durante a época das constipações e gripes e vai ajudar a prevenir infeções por outros vírus e patógenos, como o norovirus,, que pode ser um problema real para quem viaja, principalmente se estiver em contato direto com uma pessoa infetada ou nas superfícies que o indivíduo tocará . ”

O Dr. Norton sugere que as pessoas aproveitem todas as oportunidades “para lavar as mãos antes antes de entrar na avião e imediatamente após o desembarque".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.