O número de visitantes diários estava limitado a 8 mil por dia, mas desde que foi inaugurada mais de 10 mil pessoas percorreram diariamente esta ponte de vidro de 430 metros de comprimento, suspensa a 300 metros do chão, que liga os picos de duas montanhas deste parque natural da província central de Hunan.

Perante a grande afluência, os responsáveis da ponte anunciaram que deveriam "melhorar o sistema interno", incluindo "os programas e equipamentos de gestão das visitas", indicou a agência chinesa Xinhua, que não comunicou uma data de reabertura.

A empresa que administra a ponte apresentou desculpas aos turistas que já tinham reservado uma visita, mas isso não evitou as críticas na internet. "Eu estou no comboio. Não posso mudar meus planos de viagem nem obter um reembolso. São uns enganadores", escreveu uma turista.

Ponte de vidro na China
Uma travessia imprópria para quem tem vertigens créditos: AFP

Após um incidente em 2015 noutra ponte de vidro, em Henan, onde a estrutura estalou, as autoridades locais organizaram vários eventos mediáticos para mostrar a resistência da ponte de Zhangjiajie.

Numa ocasião convidaram um jornalista a golpear o vidro com um martelo e em outra permitiram a passagem de um veículo, com passageiros, pela ponte, sem consequências na estrutura.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.