Visitar as Sete Maravilhas do Mundo moderno é definitivamente algo a ser adicionado à sua lista de viagens. Elas têm fascinado historiadores e viajantes com histórias sobre como foram criadas, em alguns casos, há milhares de anos.

Pensando nisso, uma plataforma de reservas decidiu estudar qual é a época mais económica do ano para visitar cada uma destas maravilhas.

Petra, Wadi Musa, Jordânia - Agosto é o mês mais barato

Este famoso sítio arqueológico da Jordânia data do ano 300 a.C. e costuma ser conhecido como a “Cidade Rosa”, por conter templos e túmulos esculpidos nas falésias de arenito rosa. Um ponto turístico muito visitado é o Al Siq, acessível através de um estreito canyon. Não deixe também de explorar Petra à noite, já que o ambiente remete à atmosfera dos contos das mil e uma noites, com a luz de velas e o céu estrelado.

Os dados da Booking.com indicam que o mês mais caro para viajar para Wadi Musa e visitar Petra é outubro e o mês mais acessível é agosto, 22% mais barato.

Petra – Wadi Musa, Jordânia
Petra – Wadi Musa, Jordânia créditos: Booking.com

Coliseu, Roma, Itália - Fevereiro é o mês mais barato

O Coliseu é o maior anfiteatro já construído. Foi construído em 72 d.C. pelo Imperador Vespasiano. No seu auge, recebia entre 50 e 80 mil espectadores e era usado para combates entre gladiadores ou corrida de bigas. O Coliseu foi um presente do imperador para o povo romano e é uma das maiores construções da Roma antiga, simbolizando poder e glória.

A plataforma de reservas revela que o mês mais caro para viajar até Roma e visitar o Coliseu é em maio. Já fevereiro é o mês mais barato, com 39% de diferença no preço.

Coliseu – Roma, Itália
Coliseu – Roma, Itália créditos: Booking.com

Taj Mahal, Agra, Índia - Setembro é o mês mais barato

O Taj Mahal é uma obra-prima admirada no mundo inteiro, construído entre 1631 e 1648 pelo imperador Shah Jahan para guardar os restos mortais da sua querida esposa. Este mausoléu é todo revestido em mármore branco e atrai visitantes de todos os lugares do mundo com a sua beleza estonteante.

O mês mais caro para viajar até Agra e visitar o Taj Mahal é novembro, enquanto setembro é o mês mais barato, com uma diferença de 32% no preço.

Taj Mahal – Agra, Índia
Taj Mahal – Agra, Índia créditos: Booking.com

Cristo Redentor, Rio de Janeiro, Brasil - Agosto é o mês mais barato

Criado pelo escultor francês Paul Landowski e idealizado pelo engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa, o Cristo Redentor é uma estátua de Jesus Cristo em Art Déco. A sua construção começou em 1922 e durou uns impressionantes 9 anos. Porém, o projeto original era muito diferente do que conhecemos hoje, pois nele Jesus segurava uma cruz e um globo terrestre. A estátua fica no topo do Corcovado e foi construída para simbolizar o Cristianismo no Brasil.

O mês mais caro para viajar para o Rio de Janeiro e visitar o Cristo é em janeiro, já o mês mais barato é agosto, com uma diferença de 40% no preço.

Cristo Redentor – Rio de Janeiro, Brasil
Cristo Redentor, Rio de Janeiro, Brasil créditos: Booking.com

Chichén Itzá, Valladolid, México - Setembro é o mês mais barato

Construído pelos Maias, Chichén Itzá é um sítio arqueológico localizado em Yucatán e tem mais de 1500 anos. Acredita-se que as pirâmides e os templos eram utilizados para rituais religiosos para garantir a colheita.

Os dados indicam que o mês mais caro para conhecer Chichén Itzá em Valladolid é em abril, enquanto o mês mais barato é setembro, com uma diferença de 24% no preço.

Chichén Itzá – Valladolid, México
Chichén Itzá, Valladolid, México créditos: Booking.com

Machu Picchu, Peru - Fevereiro é o mês mais barato

Mergulhe na história e explore este local mundialmente famoso, cheio de mistério e beleza. Machu Picchu significa “Velha Montanha” no idioma quechua e é uma cidadela inca localizada no alto dos Andes. Construída no século XV, Machu Picchu fica aproximadamente a 2.400 metros acima do nível do mar, com um território de mais de 300 quilómetros e o motivo exato da sua construção ainda é um mistério.

O mês mais caro para viajar para Machu Picchu é junho e o mês mais barato é fevereiro, com uma diferença de 21% no preço.

Machu Picchu, Peru
Machu Picchu, Peru créditos: Booking.com

Grande Muralha da China - Fevereiro é o mês mais barato

A Grande Muralha da China tem mais de 8.000 quilómetros e levaria impressionantes 18 meses para ser cruzada a pé. Com os seus mais de 2.300 anos de história, a Muralha da China representa poder e união, sendo construída no ano 220 a.C. pelo primeiro imperador da China, Qin Shi Huang.

Os dados da plataforma revelam que o mês mais caro para viajar e conhecer a Muralha da China é em agosto e o mês mais barato, fevereiro.

Grande Muralha da China – China
Grande Muralha da China créditos: Booking.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.