É no agitado e cosmopolita bairro de Soho, em Nova Iorque, nos EUA, que fica o apartamento mais procurado pelas marcas. A troco de 13.240€, os responsáveis de comunicações e marketing das empresas ‘oferecem casa’ aos influencers, para que estes vendam os produtos. Contudo, eles não podem ficar lá a dormir.

O apartamento pertence à Village Marketing, uma agência direcionada para publicação nas redes sociais, tendo apenas mulheres como trabalhadoras.

"A produção de conteúdo tem estado concentrada nos media tradicionais há décadas. Porém, atualmente, a forma de comunicar mudou bastante e, portanto, a procura por conteúdo também mudou - tanto na forma como na quantidade. Marcas e influenciadores têm as suas próprias histórias e oferecem uma quantidade significativa de conteúdo para as redes sociais, que pode ser publicada todos os dias. Sem esquecer que este conteúdo pode parecer mais real para os potenciais compradores. Portanto, a fotografia, num ambiente doméstico, pode comunicar melhor”, conta Kira McCroden, relações públicas da agência, à edição espanhola da revista Condé Nast Traveler.

Influenciadoras como @marianna_hewitt (868 mil seguidores), @khadeeniam (407 mil) @cheraleelyle (240 mil) ou @flauntandcenter (109 mil) já estiveram no interior do apartamento, que conta com uma paleta de cores que serve para vários tipos de sessões fotográficas.

Veja na galeria abaixo as fotografias do apartamento

Outro dos motivos pelo qual é muito procurado é pela sua funcionalidade, tal como os múltiplos acessórios para cada ocasião, tal como explica McCroden: "Temos vários tipos de loiças, bandejas, almofadas, mantas e prateleiras em todo o apartamento, para que os criativos tenham várias opções quando se trata de criar o seu próprio estilo".

"O apartamento está imaculado, não há espaço para desorganização porque ninguém mora lá, mas tem um ambiente familiar devido ao design e pequenos detalhes, como flores frescas, que são substituídas durante a semana. Além disso, para que o público não se canse do cenário e estar sempre "na moda", ele é renovado a cada trimestre”, sublinha a RP.

Mas se o propósito é recriar um cenário familiar, de forma a que os seguidores acreditem, eles não deveriam ficar lá a viver, de forma a que a ’encenação’ fosse mais realista? A responsável explica.

“Os influenciadores não agem como se o Village Studio fosse a sua casa, até porque os seus seguidores sabem como é a casa deles, porque os conhecem muito bem e dizem sempre ao público que estão neste espaço”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.