Os hóspedes em Portugal que não tenham um historial de avaliações positivas na plataforma Airbnb não poderão fazer reservas de uma noite em alojamentos inteiros na noite de passagem de ano. Além disso, a Airbnb também maximizará o potencial da tecnologia para limitar certas reservas locais de última hora feitas por hóspedes que não têm um historial de avaliações positivas na plataforma, bem como o bloqueio de reservas dentro de um determinado raio.

Por outro lado, todos os hóspedes devem confirmar que não realizarão uma festa e que poderão ser denunciados pela Airbnb se violarem as regras sobre festas e eventos, independentemente do seu histórico na plataforma e do tipo de reserva que façam.

“Sabemos que estas festas serão diferentes, e muitos de nós vamos celebrar o fim de um ano incrivelmente difícil. Isto também nos traz a realidade de uma pequena minoria que pode tentar estragar estas datas, mas a nossa mensagem para eles é clara: não são bem-vindos na plataforma Airbnb. Através destas novas medidas, esperamos que os anfitriões, hóspedes e comunidades locais possam desfrutar de um Fim de Ano seguro e tranquilo", explica Mónica Casañas, diretora geral de Airbnb Marketing Services, S.L.

Os anfitriões estão também a ser informados sobre como reduzir ainda mais o risco de festas não autorizadas, incluindo a atualização e comunicação proactiva das regras da casa aos hóspedes. Além disso, a plataforma Airbnb manterá um centro de controlo virtual para antecipar tais situações, que terá agentes de segurança treinados disponíveis na véspera de Ano Novo.

Este ano, a Airbnb anunciou a proibição global de festas e, no ano passado, começou a implementar limites muito mais rigorosos, começando por proibir o que era conhecido como “casas de festas”: espaços que repetidamente causavam desconforto aos vizinhos. Lançou também uma linha 24/7 de apoio ao bairro, que permite a comunicação directa com os vizinhos, ajudando a impor a proibição, e que está planeada para ser alargada a todo o mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.