Quis o acaso que Fernando Moura se cruzasse com aquela que viria a ser a sua atual morada. A viver há 21 anos nos Estados Unidos, Fernando ponderava regressar a Portugal por questões familiares. Assim, durante umas férias em Portugal e enquanto caminhava pela pequena aldeia de Casas Novas, uma propriedade em estado degradado e com um sinal a dizer "vende-se" chamou-lhe a atenção.

O edifício degradado, quase em ruínas, referia-se a um solar de estilo barroco do século XVIII, que havia sido mandado erguer pelo segundo conde de Penamacor. Sem nada ao redor, o solar beneficiava de um “solo muito fértil”, “muita água” e de um “microclima específico” – dias quentes e noites frias – que possibilitava a produção de frutos com semente. Na época, naquele lugar que hoje é uma unidade de charme de quatro estrelas, produzia-se vinho, peras e maçãs, segundo o atual proprietário.

Ao deambularmos pelo espaço, hoje renovado, suscita-se a curiosidade, pois, ainda que moderno e atual, conserva elementos do passado. “É um exemplar perfeito da arquitetura barroca daquele período”, comenta Fernando que não esconde aquilo que o levou a trocar o sonho americano pela vida naquela aldeia simples que "cresceu à volta de quatro famílias". Terão sido os claustros existentes na propriedade a conquistar o self-made man, pois correspondiam  aos que Fernando idealizara para a sua casa de sonho. Já “não precisava de inventar”.

Deste modo, e antes de regressar aos Estados Unidos, contactou a agência imobiliária que tinha colocado o anúncio, que confirmou que a propriedade se encontrava disponível para venda. Em 1999 e à distância, conseguiu comprar o solar que estava, há mais de um século, na posse da Santa Casa da Misericórdia.

Casas Novas Countryside Hotel Spa & Events

Morada: Rua Visconde do Rosário, Nº1, 5400-727, Redondelo - Casas Novas, Portugal
Tel: +351 276 300 050
reservas@hotelruralcasasnovas.com
www.hotelcasasnovas.com

Explorar a propriedade para fins turísticos, não fazia parte dos planos iniciais de Fernando que queria apenas uma casa de sonho para a família em Portugal. Na verdade, a ideia de transformar o antigo solar num hotel rural partiu do arquiteto que o estava a ajudar a recuperar o edifício. E Fernando não viu problema, até porque iria morar na propriedade como tinha sonhado e aplicar o que aprendera nos três cursos (hotelaria, culinária e gestão de cozinha) que tirou nos Estados Unidos.

Mas desengane-se quem acha que Fernando foi para os Estados Unidos apenas para estudar. Na realidade, partiu sem saber bem para o que ia. Na altura que emigrou, em 1983, tinha 16 anos e vivia na aldeia do Cortiço – onde também nasceu – , que fica no concelho de Montalegre, perto do de Chaves. Antes de começar a estudar na terra das oportunidades, Fernando trabalhou tanto na área da restauração como na da construção. Mais tarde, viria abrir o seu próprio negócio: um supermercado e uma loja de bebidas.

Após cinco anos de obras de recuperação, o edifício, classificado como monumento de interesse público pelo IGESPAR, foi, em 2008, finalmente inaugurado como hotel. O Casas Novas começou por ter apenas 20 quartos – devido à lei – , mas hoje já tem 34. “Fomos aproveitando as transformações que foram acontecendo na legislação”, partilha.

Os espaços antigos do empreendimento deram lugares a novos que nos permitem viajar até ao passado, como a biblioteca que funciona no espaço da antiga cozinha, que, naquela época, também era local de reunião. “A cozinha era importante por ser fonte de calor, tudo era à volta da lareira”, recorda Fernando.

Enquanto visitamos a unidade, Fernando explica que optaram por “crescer para os lados sem interferir com o que já cá estava” e que era possível de recuperar. Por exemplo, onde funciona o 4 Seasons Spa, era um lagar que sofreu uma alteração profunda, porque não “estava em condições”. Já o espaço de eventos conserva um lagar e elementos da antiga adega.

Recentemente, o hotel foi alvo de uma nova reestruturação. Da reestruturação nasceu um túnel de ligação entre o edifício principal e o Spa, assim como duas novas salas de estar, um bar, sala de pequenos-almoços e restaurante com vista panorâmica. Para compor, a decoração também foi renovada inspirando-se na natureza envolvente.

O que fazer no Hotel Casas Novas

Localizado numa colina e integrado numa paisagem campestre onde reina o silêncio, o Casas Novas convida a dias de descanso, a saborear o que vem da terra e a reconectar-se com a natureza.

Para quem procura recarregar baterias, relaxar ou mimar o corpo, existe o Spa que conta com uma piscina aquecida, jacuzzi, sauna e banho turco. Para os que querem ir mais além e tirar proveito dos benefícios dos ingredientes da estação em que visitam o hotel, o spa oferece tratamentos de assinatura que respeitam a época do ano e que utilizam produtos naturais, parte deles colhidos pelos hóspedes, dentro da propriedade. “Assim [o hóspede] também faz exercício físico, toma contacto com a terra”, acrescenta Fernando, que considera o 4 Seasons como um espaço de “ligação à terra e de regresso às origens”.

4 Seasons Spa
4 Seasons Spa. Foto: DR DR

Também pode explorar a natureza através do trilho Rota de Casas Novas, que pode fazer a pé ou de bicicleta, bem como passear pela pequena aldeia e, caso tenha tempo, visitar as vizinhas: Redondelo, Rebordondo, Anelhe e Vidago.

“O hotel [Casas Novas] tem muitas possibilidades para quem gosta de andar”, assegura o proprietário.

Para explorar os sabores transmontanos, existe o restaurante do hotel com diferentes opções que vão do Polvo a lagareiro e migas transmontanas ao Naco de vitela. Também existem opções de pratos vegetarianos e para os mais pequenos.

Durante o verão, no amplo terraço do hotel são servidas bebidas e refeições ligeiras.

Polvo a lagareiro e migas transmontanas
Polvo a lagareiro e migas transmontanas créditos: Ana Oliveira

“Quem prova o meu vinho, prova este sítio”

Quem o diz é Amílcar Salgado, proprietário da Quinta do Arcossó, enólogo e produtor de vinho que procurou com a sua vinha, adquirida em 2001, fazer um modelo para a região. “Penso que foi conseguido. Escolhi um sítio que representasse bem a região”, comenta.

Assim, quem quiser provar Ribeira de Oura, uma região com fortes tradições vitícolas, tem a oportunidade de o fazer na Quinta de Amílcar. “Provar vinho é uma memória viva de uma cultura”, finaliza.

Quinta do Arcossó
Quinta do Arcossó créditos: Ana Oliveira

*O SAPO Viagens visitou o Casas Novas Countryside Hotel Spa & Events a convite da unidade hoteleira

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.