Cheguei já quando estava a anoitecer a Génova e fui instalar-me no Novotel Genova City, que me tinham aconselhado.

A partir da estação de comboios Piazza Principe, o Novotel Genova City fica a uns 30 minutos a pé. Um caminho até fácil de fazer, mas com malas, principalmente se forem pesadas, torna-se mais difícil. Assim, se for de táxi para o hotel, a corrida deverá rondar os 10 euros (mesmo com a taxa de duas malas). O hotel fica perto do porto de Génova mas, a pé, ainda são uns 15/20 minutos da entrada específica para o cruzeiro da MSC (cerca de 7 euros de táxi, com taxas de malas incluídas).

 

Relativamente ao hotel, tinham-me dito que o Novotel era muito acolhedor e confortável. E foi isso mesmo que constatei. O quarto era bastante amplo, com uma cama de casal, sofá-cama e uma secretária de trabalho. Ou seja, com bastante espaço. Junto da entrada está o armário e a casa de banho, com um duche também grande. Tem produtos de higiene como sabonete, gel banho, condicionador e champô à sua disposição.

Da minha janela a vista era dirigida para o porto e para o farol - que é como um símbolo (Porta della Lanterna, datada do século XIX) desta cidade portuária - mas também virada para a estrada. No entanto, o barulho dos carros era zero dentro do quarto. Com janelas duplas nada do stress do trânsito e com a compensação de poder ver um pôr do sol muito bonito.

Na manhã seguinte pude aproveitar as horas que faltavam para o cruzeiro e visitar o centro de Génova. Antes de sair, esperava-me um pequeno-almoço muito variado. Há de tudo um pouco: os ovos mexidos e salsichas, cereais e frutos secos, bolos e queques, pães, queijos, fiambres, compotas, sumos (pelo menos três à escolha) e tudo pode ser degustado numa sala com luz natural e vista para a rua. De estômago recheado está na hora do passeio.

Sem malas é muito fácil fazer-se a caminhada até ao centro histórico. Sem problema algum. Fui pela marginal (na parte do porto de embarcações não se consegue aproximar mesmo do mar) mas depois consegue ter acesso à zona da Marina, onde está o aquário, os restaurantes, o barco pirata, etc.

Aqui vai encontrar os comboios turísticos e, como só tinha algumas horas para descobrir Génova, fui no Trenino Pippo para conhecer, em 45 minutos, os pontos turísticos da cidade. Vale a pena embarcar neste pequeno comboio (8€/viagem/adulto).

Mas, voltando ao hotel, num dos andares do Novotel Genova City, durante a época mais quente, fica aberta a pequena, mas muito jeitosa, piscina. Quando lá estive já não estava na aberta mas deu para a ver, para lá da porta, com exposição solar. Também tem um pequeno ginásio para quem não quer deixar de se exercitar, mesmo quando está em viagem.

Junto da receção tem um bar e uma sala de espera assim como um pequeno canto com brinquedos para os mais novos se entreterem.

Mais dicas de viagem a Génova no Viaje Comigo.