O Poço Azul fica perto de Sobrosa, no concelho de São Pedro do Sul.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

A ribeira da Landeiras na ânsia de se juntar ao rio Vouga, passa por caminhos estreitos, selvagens, ultrapassa rochas graníticas, vai moldando as pedras e afunda numa pequena lagoa de dois a três metros de profundidade.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

A densidade reforça o azul e a água é de tal forma cristalina que vemos sem dificuldade o fundo da lagoa.

Pouco depois, a ribeira passa por outra cascata muito pequena e esconde-se de novo entre o denso arvoredo.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

Os poucos metros do percurso onde se revela aos nossos sentidos, mostra que sabe seduzir. Um dos seduzidos encontrei-o no caminho de regresso. Antecipo o testemunho de Eduardo Teixeira: “o Poço Azul é uma maravilha porque é o rio que desce a montanha".

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

"São penedos e mais penedos e depois tem dois socalcos, do género de poças grandes, e a água é azul. Tem recantos extraordinários e mesas para se merendar.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

"Depois tem escadas em pedra, tudo seguro, com resguardos, porque aquilo é perigoso. Desci, custa um pouco mas vale a pena. Adorei.”

Eduardo Teixeira não referiu mas ficam já a saber, em particular os que querem ir tomar banho: a água é fria. Como ouvimos, para lá se chegar temos de descer uma encosta íngreme.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

Os que preferem apenas ir ver têm um miradouro. Fica a alguns metros de altura e oferece uma visão de conjunto do ambiente selvagem. Também uma fotografia que ilustra o adágio: “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. No mínimo, vai arredondando o granito e improvisa novas formas aos penedos.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

O acesso ao Poço Azul é feito a pé. Cerca de meio quilómetro por um caminho que revela a vegetação luxuriante com pinheiros, castanheiros e também videiras. Ajuda no verão a ter sombras e a refrescar.

Poço Azul
créditos: andarilho.pt

A vista da serra da Arada reforça a sensação de isolamento e de um ambiente natural.

Conforme se pode ler num cartaz afixado na estrada, antes do desvio pedestre, o Poço Azul faz parte da Rota da Água de da Pedra.

Manhouce
Vista para a montanha créditos: Who Trips

O Poço Negro fica próximo de Manhouce e é resultado da passagem do rio Teixeira que provoca igualmente uma piscina natural. É um bom pretexto para descobrir Manhouce.

Um Poço Azul e de encantos naturais em São Pedro do Sul faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.