Em 2011, Cristiano Ronaldo atravessava um período difícil da carreira, sendo obrigado a fazer uma paragem superior a três semanas. Terá sido na praia de Porto Santo que o jogador resolveu o problema. E tudo tem uma explicação cientifica.

A areia do Porto Santo tem sido usada, desde há muitos anos, no tratamento de doenças do foro músculo-esquelético - doenças reumáticas e ortopédicas - sendo especiais para os madeirenses que vinham, da ilha vizinha, para curar vários problemas de saúde.

Poderia, no entanto, ser mais uma ideia infundada, um efeito placebo baseado na crença popular. No entanto, não é. As areias de Porto Santo têm, efectivamente, propriedades terapêuticas. Estes resultados estão cientificamente comprovados através de estudos efectuados pela Universidade de Oslo e pela Universidade de Aveiro.

A areia do Porto Santo é Carbonatada Biogénica – composta por bioclastos de algas vermelhas - tendo propriedades físicas, químicas e térmicas. A areia tem forma plana, é muito fina e de fácil adesão à pele, além de ser rica em minerais tais como magnésio, cálcio, fósforo, enxofre, estrôncio – um anti-inflamatório natural - entre vários outros. Devido à sua composição a areia consegue manter temperaturas altas por bastante tempo.

O calor da areia tem uma função anti-inflamatória e a absorção de elementos químicos bioessenciais libertados da areia dissolvida pela acção do suor corporal contribui para a preservação e benefício da estrutura óssea e também das cartilagens articulares.

 Vídeo da reacção da areia com o sumo de limão.

O pH do suor humano vai ter uma acção muito equivalente ao que acontece quando adicionamos sumo de limão (que contém ácido cítrico) a grãos da areia carbonatada biogénica do Porto Santo. A efervescência observada corresponde à dissolução dos carbonatos da areia daí advindo a libertação dos elementos químicos que a constituem.

Assim, para que o tratamento resulte, é necessário suar em contacto com a areia. A areia a utilizar nos banhos de areia para fins medicinais, quer ao ar livre, quer em clínicas especializadas, deve estar seca e quente e a temperatura dever ser um pouco superior  à temperatura do corpo humano.  A vantagem de fazer este tratamento em clínicas e não na praia, é porque é mais fácil manter a temperatura da areia e evita o risco de queimaduras - quer pela alta temperatura que a areia pode atingir, quer pela exposição à radiação ultravioleta.

E é por todos estes motivos, que Cristiano Ronaldo terá levado um saco de areia do Porto Santo para Madrid, para recuperar mais rapidamente. Hoje em dia, não é possível tirar areia do Porto Santo, mas pode conhecer as praias e a ilha onde a areia cura.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.