A estalagem das Obras Novas ou Palácio da Rainha são designações que remetem para o período áureo da foz da Vala Real, próximo de Azambuja.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

Foi ponto de passagem e de descanso de D. Carlos I e da rainha Dona Amélia e também de controlo de movimento da Vala Real com o Tejo. Houve uma profunda marca de intervenção humana, mas hoje é diferente.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

É essencialmente um lugar de enorme beleza natural que até faz esquecer as ruínas da antiga estalagem. Um edifício grande, desventrado, adormecido ao lado do canal. Faz parte da história o permanente movimento de barcos a vapor para transporte de pessoas e mercadorias. Agora o ambiente é tranquilo. Só, fortuitamente, é interrompido pelo som de um peixe na Vala Real.

Vala Real
DCIM\100MEDIA\DJI_0299.JPG créditos: andarilho.pt

Por vezes Daysson Cardani vem aqui pescar, apanha algumas enguias, “mas além disso não tenho muita sorte”. No entanto, o que mais o seduz é a tranquilidade.

Daysson Cardani estava com a família a aproveitar um dia de férias e na altura tinham o exclusivo da foz da Vala Real. Ficou seduzido pelo lugar à primeira. “Eu conheci esta parte através da bicicleta. Vim com um grupo de amigos. Gostei e sempre que posso regresso. O caminho é muito bonito e fica muito próximo do centro urbano. Muita gente não conhece e é um local bem agradável para passar o dia.”

Vala Real
créditos: andarilho.pt

O caminho é por uma estrada de terra batida, entre campos cultivados da lezíria ou rodeada de árvores.
Um pouco antes da estalagem havia uma alameda de palmeiras que foram, entretanto, cortadas.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

O percurso foi partilhado com algumas pessoas que faziam caminhadas. “ Costumo ver muitas pessoas a fazer caminhadas. De manhã ou à tarde é bem movimentado. Partem da estação da Azambuja, fazem a caminhada e voltam.”

Vala Real
créditos: andarilho.pt

Próximo do palácio há um cais fluvial. As embarcações são, seguramente, mais leves do que no passado, até à chegada do caminho de ferro da Linha do Norte, entre Lisboa e Porto.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

Agora, um dos barcos que percorre a área navegável da Vala Real, cerca de 17 km, é do município da Azambuja e realiza passeios fluviais.A vista do cais alcança uma área maior do que o voo de muitas aves. É profunda a perspetiva do canal, onde, por vezes, se ouvem peixes a saltar.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

O palácio tem um aviso de perigo de queda. Faz parte do programa Revive para posterior recuperação e utilização para fins turísticos.

Vala Real
créditos: andarilho.pt

O Palácio da Rainha e da Vala Real faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.