Santos Costa, historiador, é autor de um romance onde a figura central é o padre Francisco ou Fernando Costa.

Trancoso
Historiador Santos Costa créditos: Who Trips

Há dúvidas sobre o verdadeiro nome mas os relatos são mais precisos sobre a sua capacidade reprodutiva – teve 299 filhos de 53 mulheres. A lenda remonta ao séc. XV e hoje o feito é assinalado em Trancoso. Faz parte do imaginário popular, a par de outra lenda que é o Bandarra.

A quantidade de filhos e o ter sido padre enriquecem a memória e até é motivo de lembranças de quem vai a Trancoso. Logo na primeira loja quando se passa a Porta d’el Rei uma das lembranças é o Chá Padre Costa.

Diz a empregada da Casa da Prisca, com um grande sorriso, que o chá é de flores e é forte, “tem todo o poder de seduzir e produzir”.

Trancoso
O livro de Santos Costa e figura em cerâmica do padre créditos: Who Trips

Há ainda ilustrações e chávenas com a frase “Padre Costa o povoador das Beiras”.
A referência de ter sido o “povoador das Beiras” deve-se a um alegado perdão de D. João II que evitou a sua condenação. O padre Costa tinha 62 anos e uma pena pesada, com tortura, mas não a cumpriu devido ao “forte contributo para povoar” a região. Este documento aparece referido por vários autores e em vários escritos mas até agora ninguém o encontrou.

Na altura não era fora do comum os padres serem progenitores e assumirem a paternidade. É o caso de um contemporâneo do padre Costa que teve dois filhos de uma mulher plebeia e foi perdoado pelo Rei. Neste caso está provado o documento do perdão do Rei. Santos Costa admite que talvez este tenha sido o ponto de partida da lenda do Padre Costa.

Trancoso
Porta d’el Rei créditos: Who Trips

A enormidade do número de filhos terá sido uma forma de chamar a atenção para Trancoso. Na verdade, a cidade não precisava porque a sua história está repleta de lendas e eventos e personalidades relevantes.

Trancoso
O leão de Judá na Casa do Gato Preto créditos: Who Trips

Visitar as ruas e monumentos provam a riqueza do seu património de que são exemplo o centro histórico, os sinais da presença judaica na Casa do Gato Preto e na Sinagoga e, por último, a Casa do Bandarra, o poeta adivinho.

O Padre Costa de Trancoso que teve 299 filhos faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui. A emissão deste episódio, O Padre Costa de Trancoso que teve 299 filhos, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.