É raro um adivinho ter um túmulo numa igreja, a de S. Pedro em Trancoso, e ser qualificado por um ilustre jesuíta como um verdadeiro profeta porque foram cumpridas coisas exatas que ele adivinhou.

Bandarra
Estátua de Bandarra em frente da Câmara Municipal de Trancoso créditos: Who Trips

A Inquisição chegou a desconfiar de Gonçalo Annes Bandarra e até o condenou, embora de forma ligeira. A Inquisição não gostava das referências que ele fazia aos livros religiosos e de com muita frequência se referir ao Desejado, a esperança do povo.

Bandarra afirma-se como um profeta messiânico. Percebe-se assim como as suas profecias do século XVI chegam aos dias de hoje com o permanente mito do regresso do Encoberto.

Bandarra
Historiador Santos Costa créditos: Who Trips

É neste contexto que o historiador Santos Costa, citando Fernando Pessoa, perspectiva Bandarra: o que o povo pensa de Portugal.

Bandarra
Ilustração na Casa Bandarra em Trancoso créditos: Who Trips

As profecias de Bandarra fazem parte das Prosas e foram várias vezes impressas no estrangeiro. Em particular em momentos onde esteve em causa a independência de Portugal.

Circulavam apenas versões manuscritas e clandestinas por causa da Inquisição. No entanto, as profecias alcançavam uma forte adesão popular e uma delas até mereceu uma homenagem com um retrato colocado no altar da Sé de Lisboa por ter adivinhado a Restauração.

Bandarra
Citação de Fernando Pessoa na Casa Bandarra créditos: Who Trips

Bandarra foi também o inspirador do mito do Quinto Império, projetado por Fernando Pessoa ou o Padre António Vieira. Com o Desejado Portugal, ou a sua língua e cultura, teriam um papel hegemónico no mundo como tiveram, por exemplo, os romanos.

O sapateiro tornou-se, assim, um adivinho eterno da portugalidade e uma figura que ganhou afetos. Em Trancoso quase todos conhecem excertos das Prosas ou profecias do Bandarra.

Bandarra
Túmulo na igreja de S. Pedro em Trancoso créditos: Who Trips

Na Casa do Bandarra há também um vídeo com pessoas de Nogueirão, a terra onde Bandarra se terá refugiado depois de passar pelo tribunal da Inquisição e os testemunhos relatam essa relação afetiva. Todos falam da casa onde ele teria vivido, todos remetem para histórias transmitidas de geração em geração e cujo valor é a forte relação afetiva que mostram com o sapateiro adivinho.

A Casa do Bandarra tem ainda uma reconstituição do julgamento, algumas reproduções das Prosas e documentos de arquivo.

A Casa fica em frente da Sinagoga, no centro histórico de Trancoso e foi inaugurada em 2012. No caminho, numa rua paralela encontramos a Sapataria Bandarra, marketing local.

Bandarra
créditos: Who Trips

Quando eu morrer achareis

por desgraça ou por ventura

o corpo na sepultura,

e a alma nestes papéis.

O Bandarra sapateiro e adivinho faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui. A emissão deste episódio, O Bandarra sapateiro e adivinho, pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.