1. Serra da Freita

No Norte de Portugal, situada no concelho de Arouca perto do Porto, surge aquela que é considerada a Serra Encantada. Com um património geológico muito rico, a Serra da Freita recebeu da UNESCO, em 2009, a classificação de Património Geológico da Humanidade. O rio Paiva, que atravessa a Serra da Freita, é muito procurado pelos adeptos de rafting e canoagem, enquanto os Passadiços do Paiva são ideais para caminhadas em plena natureza.

2. Serra da Estrela

De inverno ou no verão, a Serra da Estrela é um dos principais destinos de turismo rural em Portugal. O parque Natural da Serra da Estrela conta com trajetos pedonais que permitem percorrer grande parte da Serra. É quase obrigatório passar pela Torre da Serra da Estrela, o ponto mais alto do país, e também no Poço do Inferno, uma maravilhosa cascata de água límpida. Descendo a serra encontra a pacata cidade de Seia onde pode visitar os Museus do Pão e do Brinquedo.

3. Aldeia da Pena

Perdida no fundo dos montes, a aldeia da Pena fica situada na freguesia de Covas do Rio, em São Pedro do Sul, no coração do maciço da Gralheira. Esta aldeia, com um enquadramento único na paisagem aliado às casas de xisto e ardósia, oferece um cenário único e inspirador. Apesar de ter luz natural apenas algumas horas por dia, a beleza singular deste local inspira a fazer longos passeios. É de aproveitar também as iguarias da gastronomia local, bem servidas na Adega Típica da Pena.

4. Dornes

A antiga vila de Dornes, situada a 10 km a nordeste de Ferreira do Zêzere, numa enseada da Albufeira de Castelo de Bode é uma península banhada pelo rio Zêzere, que em tempos foi um ponto estratégico militar. De facto, Dornes encanta pela história e natureza. Esta vila esteve muito ligada à história dos Cavaleiros dos Templários, sendo que a Torre dos Templários foi construída em pedra e argila 72 anos antes da era cristã, durante o período romano na Península Ibérica.

5. Berlengas

Situado a cerca de 6 milhas a oeste do Cabo Carvoeiro, este arquipélago é constituído por três pequenas ilhas, mas apenas na Berlenga Grande existe ocupação humana. É possível ficar alojado no Parque de Campismo da ilha e aproveitar a Praia do Carreiro do Mosteiro, com uma pequena área de areia e águas transparentes e esverdeadas.

6. Monsaraz

A pequena vila alentejana está envolta pelas muralhas medievais, que se erguem junto ao vale do Rio Guadiana. A Vila de Monsaraz e toda a região envolvente têm vestígios de terem sido ocupadas por romanos, visigodos e muçulmanos. Uma das sugestões para fazer em Monsaraz é aproveitar todas as atividades que podem ser realizadas na Albufeira de Alqueva.

7. Marvão

No Alentejo, situada entre Castelo de Vide e Portalegre, no ponto mais alto da bonita Serra de São Mamede, encontra-se a Vila de Marvão. A vila alentejana está rodeada por muralhas dos séculos XIII e XVII, que abrigam ruas sinuosas e casas pintadas de branco. Ao visitar Marvão ficamos a conhecer um pouco da história de Portugal, contada através das ruas estreitas de arquitetura alentejana, heranças góticas, manuelinas e testemunhos medievais de outros tempos.

8. Vila Nova de Mil Fontes

Esta freguesia portuguesa do concelho de Odemira, distrito de Beja, está situada na margem norte da foz do rio Mira e conta com algumas das melhores praias do país. A Princesa do Alentejo, como é apelidada, conta com enormes extensões de areia quase desertas, trilhas para caminhadas ao longo da costa, com paisagens de tirar o fôlego e uma vila com casas típicas do Alentejo. Aqui existem várias opções de turismo rural e uma gastronomia muito rica.

9. Aldeia da Cuada

Na ilha das Flores, que pertence ao Arquipélago dos Açores, encontramos a Aldeia da Cuada. Com apenas quinze casas recuperadas, esta aldeia é um excelente local para fugir à confusão dos grandes centros urbanos. Para quem gosta de fazer caminhadas existem trilhos pedestres onde é possível conhecer o interior de toda a ilha das Flores.

10. Santana

A pequena cidade localizada na parte norte da ilha da Madeira, povoada com as casas tradicionais da madeira, de forma triangular, apresenta uma grande diversidade de valores naturais, paisagísticos e culturais. Os Percursos da Biosfera que se estendem por mais de 120 km, permitem desfrutar da natureza, e ainda conhecer a riqueza cultural de lugares como os percursos pedestres da Vereda do Pico Ruivo, da Levada do Rei e da Levada do Caldeirão Verde.

Fonte: momondo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.