Vigo tem um ritmo muito próprio, criado pelo ondular do mar, pelo movimento dos barcos no seu porto e pela movida noturna. Entre nesta sinfonia.

A cultura galega passeia consigo

Vigo é como um museu a céu aberto habitado por várias esculturas que adornam jardins, ruas e praças por toda a cidade. No entanto, lugares como a Pinacoteca e o Museu Municipal Quiñoces de Léon oferecem um lar ao melhor da arte e cultura da Galiza.

À noite, chega a hora de visitar a parte histórica da cidade e entrar em contacto com a “movida”. Vigo é a capital galega da diversão — esqueça as esculturas que viu durante o dia porque a estas horas ninguém fica parado.

Ilhas oferecidas pelos deuses

As ilhas paradisíacas não estão todas no pacífico ou junto à linha do equador. Em Vigo, o arquipélago das Ciés encanta pelas paisagens intocadas.

Os romanos chamavam-lhes as ilhas dos deuses e não é para menos: aqui encontra escarpas saídas de um filme de fantasia, animais raros no seu habitat natural e praias de sonho banhadas por águas cristalinas.

Leia também o roteiro: Vigo, um lugar que sabe a mar

Praia desde 139€