Os pântanos da província de Fujian, no sudeste da China, são hoje uma atração para os entusiastas da fotografia e Xiapu é o "point".

E não é por menos: as marés alta e baixa circulam no meio de um labirinto de redes nas quais os moradores  recolhem algas.

Penduradas em estacas de bambu, as redes estendem-se até ao infinito entre ilhas, rochas e bancos de areia destacam-se na paisagem, desenhando estranhas formas geométricas.

"O espetáculo do sol a nascer sobre o mar e os barcos de pesca no horizonte hipnotizam-me", confessa Liu Hong, reformado do norte do país, a centenas de quilómetros do local.

Segundo a imprensa local, cerca de 400.000 fotógrafos, profissionais ou amadores, visitaram estes pântanos em 2016, um número que pode continuar a crescer devido à melhoria dos padrões de vida e ao aumento do número de reformados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.