A Ilha do Sal, em Cabo Verde, é um dos destinos de passagem de ano preferidos dos portugueses. A temperatura que, nesta altura, chega aos 25ºC e raramente baixa dos 20ºC justifica, só por si, a escolha.

Logo, se prefere a praia à neve, parta à descoberta desta ilha e aproveite para receber o ano novo, seguindo algumas tradições dos locais. Sabia que, tal como em Portugal, se batem tampas de panelas e tachos às janelas ao cair da meia-noite? E que os restos do ano velho são deixados para trás, no primeiro dia de janeiro, com um banho de mar?

Sabores e muita música

Qualquer que seja a sua escolha, aproveite a festa para se deliciar com a gastronomia de Cabo Verde. Lagosta e atum são apenas duas das sugestões que vai encontrar no menu dos restaurantes. E prove também, claro, a típica e genuína cachupa, quer seja de carne ou peixe, rica, pobre ou frita. Difícil vai ser não repetir.

cachupa
créditos: Xandu/DP

O arquipélago é conhecido pela produção de cana-de-açúcar, que acaba quase toda engarrafada no grogue, a aguardente tradicional. Aventure-se a provar esta bebida, que pode levar ervas aromáticas e até percebes – sim, falamos do molusco! Para uma experiência mais light, experimente o ponche, bebida à base de grogue, mas misturada com frutos diversos, limão e açúcar.

Como festa que se preze tem de ter música e dança, deixe-se levar pelos ritmos crioulos. A morna é o que mais identifica o povo de Cabo Verde e acaba de se ser classificado Património Imaterial da pela UNESCO. Mas existem outros como a coladeira ou o funaná. Olhe bem para os locais, convide um para a pista de dança e siga os passos. A noite é de celebração, ninguém vai reparar se for pé de chumbo.

música cabo verde
créditos: Xandu/DP

Reserve já os seus bilhetes para a Ilha do Sal e entre em 2020 da melhor maneira, conhecendo as atrações deste pequeno paraíso.

Serra Negra

Localizada no sudoeste da ilha, é na Serra Negra onde encontra um dos habitats mais importantes de aves marinhas. Com um comprimento de entre 1,5 a 2 quilómetros, este é um local importante para a manutenção da biodiversidade. A Serra é também um miradouro para obter vistas panorâmicas sobre grande parte da ilha, onde se incluem a cidade dos Espargos, o aeroporto e a cidade de Santa Maria.

Buracona e Regona

Aqui encontra zonas de piscinas naturais e as suas águas cristalinas contrastam com as rochas de lava negra. Este é um dos spots de mergulho mais procurados por quem visita a ilha. Na Buracona não deixe de ver o chamado “Odjo Azul“, assim conhecido porque quando a luz do sol reflete na água, a cor azul é tão intensa e de uma beleza singular que nos faz lembrar um olho humano.

buracona ilha do sal
créditos: Adriao/CC BY 3.0

Salinas de Santa Maria

As salinas, com os seus potenciais fins terapêuticos, são um dos pontos turísticos de interesse. Localizam-se a Norte do núcleo de Santa Maria e encontram-se totalmente rodeadas pela Reserva Natural de Costa da Fragata.

Salinas de Pedra de Lume

Pedra Lume fica no interior de uma antiga cratera de vulcão por onde a água do mar se infiltra e evapora, sendo a sua entrada feita a partir de um túnel. Diz-se que a sua água é 26 vezes mais salgada do que o mar. Não deixe, por isso, de tomar um banho relaxante.

pedra de lume ilha do sal
créditos: Adriao/CC BY 3.0

Reserva Natural da Costa da Fragata (Santa Maria)

Um espaço protegido, que inclui a Praia da Fragata e boa parte do sistema de dunas que se encontra a sudoeste da ilha. O seu corredor de areias é considerado de alto valor ecológico, sendo a praia o seu ponto de entrada. A formação proporciona habitats para certas espécies, como a tartaruga marinha.

Praia de Santa Maria

De fácil acesso a partir do aeroporto, Santa Maria acaba por ser a escolha da maioria dos turistas quando visitam Cabo Verde. Perto da praia mais bonita e maior da ilha com o mesmo nome, encontram-se diversas opções de hotéis. A cidade oferece também um variado leque de restaurantes e tem uma animada vida noturna, com bares e discotecas. 

ilha do sal
créditos: Franzfoto/CC BY-SA 3.0

Morrinho de Açúcar

Considerada uma das 7 maravilhas da ilha e Monumento Natural, o Morrinho do Açúcar é paisagem protegida. De acordo com o Ministério do Ambiente de Cabo Verde, “os valores que fundamentam a proteção deste espaço são a beleza, singularidade e representatividade de um elemento geológico de alta incidência visual, ao ser uma chaminé vulcânica ancorada no meio de uma extensa planície, e representativa da natureza vulcânica da ilha, por constituir os restos de uma chaminé fonolítica”.

Desportos náuticos

A ilha é considerada um dos melhores lugares a nível mundial para a prática de windsurf e de outros desportos náuticos, como o surf, o kitesurf, mergulho e pesca. Na Ponta Preta, no sudoeste da ilha, encontra um cenário único para as modalidades náuticas.

Sal desde 859€