Jessica Nabongo, natural de Detroit e com ascendência ugandesa, viaja desde os seis anos de idade e aos 18 já tinha visitado oito países diferentes. Agora, Nabongo continua a fazer o que mais gosta, viajar a tempo inteiro. No dia em que fizer 35 anos, a 15 de maio de 2019, esta ex-funcionária da ONU planeia carimbar a última marca no seu passaporte, tornando-se assim na primeira mulher negra a visitar todos os países do mundo. Até lá, ainda terá de conhecer mais 82 países.

Depois de ter trabalhado na ONU, Nabongo passou por várias empresas, com experiências aquém do esperado, até ter criado a Jet Black, uma agência de viagens que trabalha diretamente com os governos e marcas que promovem o turismo africano. Enquanto isso, foi viajando, algumas vezes por lazer e outras a convite de marcas, até se tornar um sucesso nas redes sociais.

Pode acompanhar as aventuras de Jessica no Instagram e no site chamado ‘catch me if you can’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.