O Mister Global teve início em 2014 e, desde a sua primeira edição, mais de 60 países enviaram os seus representantes para concorrer ao título que é mais do que um concurso de beleza. A herança e a cultura também fazem parte da ‘corrida’.

Na edição deste ano, 37 candidatos decidiram testar as suas qualidades, sendo que a final foi realizada em Bangkok, Tailândia, no final do mês passado, com o tema Inspiring Gentleman.

Semelhante ao que acontece em todos os anos, as roupas nacionais do concurso são o grande chamariz do concurso. Afinal, os representantes têm a chance de demonstrar a herança dos seus países. "O tamanho ou o design não têm influências na escolha do vencedor, mas sim a história e cultura por trás dele", disse o porta-voz do concurso, Kitti Kamjunsa.

O concurso nacional de fantasias foi conquistado pelo participante de Mianmar, mas podemos dizer que a maioria dos candidatos deixou o seu país natal orgulhosa por usar roupas bem características e impressionantes. Portugal também se fez representar (e muito bem).

Veja na fotogaleria os trajes que foram a concurso:

"O objetivo do Mister Global é promover a consciencialização ambiental, algo que fazemos desde 2014. Este ano, adicionamos um novo lema ‘Inspiring Gentleman’ porque acreditamos que os concorrentes devem inspirar pessoas”, afirmou Kamjunsa.

“Durante o concurso deste ano, fizemos um evento de angariação de fundos para apoiar uma organização que trata de elefantes na Tailândia e foi bem-sucedida", acrescentou.

O sul-coreano Jong Woo Kim, de 23 anos, venceu na categoria Beleza, ele que é estudante na academia de polícia e modelo. O vencedor participará de projetos ambientais e de caridade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.