Operando principalmente para as companhias Singapore Airlines, Emirates, Lufthansa e Qantas, a ideia surgiu no Verão de 1988 quando a Airbus quis desenvolver uma aeronave de alta capacidade que pudesse competir com a Boeing. Quase 20 anos depois, em 2007, a Singapore Airlines iniciou os voos comerciais deste gigante. Hoje, existem 210 unidades produzidas.

O tamanho do A380 é acompanhado de um alto nível de conforto, não só na classe executiva, mas também na económica. O avião encontra-se dividido em dois pisos, cujos acessos poderão ser feitos através de pontes distintas.

Na Singapore Airlines, o primeiro piso é dedicado aos passageiros de primeira classe e é aqui que se encontram os grandes luxos. Cada assento pode ser transformado numa pequena cama e existem mini-bares individuais, além de ecrã táctil, carregador eléctrico, portas USB e comando remoto com telefone por satélite. Através deste comando pode também controlar-se a luz, o aquecimento, o ângulo da cadeira e usufruir de massagens eléctricas.

A classe executiva tem ainda acesso a uma área lounge com sofás, um bar na parte de trás do avião com bebidas e aperitivos grátis e entre as 15 casas-de-banho podem ser encontradas duas apetrechadas de chuveiros: ainda que se tenha de reservar com uma hora de antecedência e apenas haja 5 minutos de água corrente.

A classe económica encontra-se no segundo piso. Não há tantos luxos, mas os passageiros agradecem que cada fila tenha apenas 4 assentos. Aqui a lotação é de 396 pessoas. Neste piso pode ser encontrado também um espaço para o descanso da tripulação, que pode chegar às 30 pessoas.

Veja as fotografias da galeria abaixo, do interior e exterior do Airbus A380. 

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.