Viajar sempre esteve no sangue do polaco Arkady Fiedler. Demorou um pouco para encontrar coragem e deixar para trás a rotina convencional de trabalho, algo tão enraizado nas sociedades atuais, e viajar sem ser incomodado.

O seu avô, de mesmo nome, era um viajante e escritor muito conhecido e o neto cresceu em torno dessa ideologia, lendo os seus livros, que se tornaram parte do currículo escolar na Polónia.

Enquanto morava e trabalhava em Londres, Fiedler (o neto) ficou farto das coisas mundanas e daí a encontrar coragem para voltar à Polónia e realizar o sonho de viajar foi um ápice.

Em 2018, este (agora) assumido aventureiro agarrou o desafio de entrar na primeira geração do Nissan Leaf, um carro 100% elétrico, sem modificações, com bateria de 30 kWh e autonomia de cerca de 200 quilómetros com uma única carga, começando uma viagem que durou 97 dias, tendo como objetivo a travessia do continente africano. O desafio também era descobrir se seria possível conduzir um carro deste tipo neste grande continente.

Contratou um fotógrafo, Albert Wójtowicz, que o acompanhou durante a maior parte da viagem e que também havia viajado e trabalhado com ele durante a sua primeira viagem por África em 2014 e pela Ásia em 2016. Esta eletrizante viagem começou na Cidade do Cabo, África do Sul, e pode ver os registos de Wójtowicz na fotogaleria abaixo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.