O Lake District, em Cumbria, tornou-se no primeiro parque nacional do Reino Unido a integrar a lista de Património Mundial da Unesco, elevando assim o número de locais e seus territórios ultramarinos para 31.

Aqui encontra 10 razões para visitar uma das raras regiões montanhosas deste país.

1. Gastronomia premiada
Da gastronomia dos pubs às estrelas Michelin, o crescente menu gastronómico do Lake District apresenta Chefs locais dispostos a fazer o melhor com os ricos ingredientes da zona. Como resultado, muitos dos seus restaurantes são premiados, inclusive com as cobiçadas estrelas Michelin.

Em Grasmere, o "Forest Side Hotel & Restaurant" é um boutique hotel gastronómico e restaurante com estrela Michelin, chefiado por Kevin Tickle, ex-sous chef do L'Enclume, restaurante com duas estrelas Michelin que fica na região e está sempre na lista dos melhores do país.

forest side restaurant
Forest Side Hotel & Restaurant créditos: Visit Britain

2. A vista de Catbells
Escolher apenas uma vista quando se vai ao Lake District é uma tarefa complicada, já que esta é uma zona abençoada com paisagens tão impressionantes que inspiraram escritores e poetas ao longo da história.

Uma das mais belas paisagens está a leste do topo da colina de Catbells, passando pelo lago de Derwentwater até à montanha de Skiddaw. O acesso é feito através de um trilho íngreme e curto de 451 metros, conhecido como Catbells Lakeland Walk.

3. O novo hotel e spa "Another Place"
Em agosto de 2017, a equipa responsável pelo aclamado "Watergate Bay Hotel", em Cornwall, vai abrir o "Another Place, The Lake" nas margens do segundo maior lago do Reino Unido, Ullswater. Este elegante novo hotel e spa foi criado e inspirado pelo clima do lago.

Os seus sete hectares de parque incluem um cais de madeira junto ao lago, perfeito para a prática da natação em águas abertas e stand-up paddle.

4. Brincadeira no topo das árvores
A Treetop Trek é uma rede com mais de 30 desafios em topos de árvores numa antiga floresta de árvores frondosas, um local perfeito para os aventureiros se balançarem, subirem e "voarem" pelas copas. A aventura pode ser completa com o slide triplo do parque: são três slides paralelos ao longo de 250 metros de cabos, com vistas espetaculares sobre o Lago Windermere.

5. O “melhor Gingerbread do mundo”
Para confirmar a veracidade desta afirmação, entre na loja "Sarah Nelson’s Grasmere Gingerbread", na vila de Grasmere. A lendária receita de gingerbread é um segredo de família muito bem guardado desde que Sarah Nelson, cozinheira do período vitoriano, a desenvolveu em 1854.

Uma viagem ao Lake District não estaria completa sem passar pela minúscula loja e padaria de cor verde para provar esta mistura doce e picante de bolo e bolacha.

via ferrata
Via Ferrata Xtreme créditos: Visit Britain

6. A maior ponte de cordas da Europa
O Lake District é conhecido como um grande espaço de aventura ao ar livre, incluindo a Via Ferrata Xtreme (“caminho de ferro” em italiano) em Honister. Inspirado na conhecida rota de escalada de montanha de construção similar que atravessa as Dolomitas, no norte da Itália, este percurso, que proporciona muita adrenalina, envolve subidas verticais, escadarias em penhascos e a maior ponte suspensa de corda da Europa, a 610 metros sobre o vale.

7. Uma pausa para a poesia
Este é o lugar perfeito para parar, fazer uma pausa e refletir sobre a beleza da natureza. Foi exatamente isso que fez o poeta de renome William Wordsworth, que viveu no Dove Cottage, em Grasmere de 1799 a 1808. Aqui ele escreveu várias das suas poesias mais aclamadas, incluindo "I Wandered Lonely as a Cloud’".

Transformada em museu, a casa está repleta de objetos pessoais do poeta e parece notavelmente inalterada desde que ele e a sua família viveram aqui.

8. Em direção ao futuro
Conduza um Renault elétrico “Twizy”, um carro moderno de dois lugares disponível para aluguer em Keswick e Ullswater. Sem motores ou sistemas de combustível, o veículo é ligado através do toque de um botão e segue silencioso e ecologicamente pelos cantos e recantos remotos do Lake District.

Renault elétrico “Twizy”
Renault elétrico “Twizy” créditos: Visit Britain

9. Chá da tarde a bordo de uma gôndola
Percorra as águas numa viagem de veleiro a bordo do Steam Yacht Gondola. Com os seus opulentos salões e deques ao ar livre, este impressionante exemplo de engenharia vitoriana desliza pelas águas de Coniston, fazendo vários passeios por dia desde o início de abril até finais de outubro. Aqui, pode desfrutar do chá da tarde durante a viagem, enquanto aprecia as vistas panorâmicas.

Steam Yacht Gondola
Steam Yacht Gondola créditos: Visit Britain

10. Teste de nervos no rapel
Quem gosta de aventuras extremas, pode ir até ao Adventuremakers. Durante todo o verão é possível conquistar novas alturas com o impressionante rapel de 30 metros na pedreira Cathedral Quarry. Chegar à face da pedra é uma aventura em si, passando por túneis até à enorme e dramática Cathedral Cave, que aparece no filme norte-americano “Branca de Neve e o Caçador” (2012).

Cathedral Quarry
Cathedral Quarry créditos: Visit Britain

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o de Manchester, de onde pode apanhar um comboio para Windermere, numa viagem de menos de duas horas. Se viaja a partir de Londres, a estação ferroviária mais próxima é a de Oxenholme, numa viagem de duas horas e 40 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.