Ao chegar à Tailândia, os visitantes vão poder entrar e viajar livremente para qualquer lugar do país. Estes continuam a ter de solicitar com antecedência o Thailand Pass, o que pressupõe a apresentação do certificado de vacinação COVID-19 e uma apólice de seguro com cobertura mínima equivalente a apenas 10.000 dólares em tratamentos ou despesas médicas.

Também os viajantes internacionais não vacinados (ou não totalmente vacinados) vão deixar de fazer o teste PCR na chegada à Tailândia, anuncia ainda a Autoridade do Turismo da Tailândia (TAT). No entanto, devem também solicitar o Thailand Pass e ainda efetuar uma reserva num hotel por cinco dias, juntamente com uma apólice de seguro com cobertura mínima equivalente a 10.000 dólares. Ao chegar à Tailândia, os viajantes não vacinados devem efetuar uma quarentena no hotel por cinco dias e completar um teste de PCR ao quinto dia.

A exceção é feita para viajantes não vacinados que são capazes de enviar prova de um teste PCR negativo dentro de 72 horas da viagem através do sistema Thailand Pass, o que lhes permitirá, à semelhança dos viajantes totalmente vacinados, entrar e ir a qualquer lugar do país.

As novas regras entram em vigor a partir de 1 de maio de 2022.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.