No mês passado, Festival de Cinema de Gotemburgo lançou uma competição para dar a apenas um fã de cinema a oportunidade de passar uma semana a assistir a filmes numa ilha isolada, numa experiência chamada "Cinema Isolado".

Entre as 12.000 candidaturas, a vencedora foi Lisa Enroth, uma enfermeira sueca, que ganhou a oportunidade de ficar sozinha na remota ilha de Hamneskär, durante uma semana. Segundo Lisa, o isolamento é perfeito para lhe dar "tempo para refletir e ficar sozinha" depois de um ano agitado durante o qual esteve na linha de frente da luta contra a pandemia COVID-19.

"Isto é um sonho", disse Lisa num vídeo onde conta a sua experiência até ao momento."Fui escolhida para ficar neste lugar maravilhoso durante uma semana, apenas a assistir filmes e a aproveitar a natureza, a serenidade e a solidão."

A pequena ilha de Hamneskär está localizada perto de Marstrand, na costa oeste sueca e abriga o famoso farol Pater Noster, cujo nome é teve origem nas águas extremamente perigosas ao seu redor inspiraram os marinheiros a rezar o Pai Nosso - Pater Noster. Em setembro, foi inaugurado um hotel na antiga casa do faroleiro e é aí que Lisa está hospedada sozinha para assistir aos filmes, embora uma outra pessoa esteja também na ilha por razões de segurança.

Lisa chegou à ilha a 30 de janeiro e passará o seu tempo sozinha na ilha, com acesso total a todo o programa do festival, antes de regressar a casa no sábado. Toda a aventura está a ser contada através de vídeos diários no YouTube.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.