O arranque da campanha foi assinalado com a inauguração de uma tela gigante na Gare do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, Porto, e com a estreia do primeiro de 14 vídeos promocionais que vão ser lançados durante este ano.

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, afirmou que “a Rota do Românico é um dos projetos mais interessantes e mais ricos da região, e assume-se já como um produto turístico atrativo para os mercados internacionais”.

O presidente e da Associação de Municípios do Vale do Sousa | Rota do Românico e da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, na sua intervenção, considerou, por seu turno, que “a Rota do Românico é um projeto de referência nacional do ponto de vista da conservação, mas também do turismo, com um património arquitetónico e religioso muito rico e que, por isso, merece ser amplamente divulgado”.

Rosário Correia Machado, diretora da Rota do Românico, realçou que o objetivo da promoção é “consolidar este projeto turístico-cultural, que nos últimos anos tem vindo a crescer em termos de procura”, tendo batido, em 2019, o recorde com mais de 15 mil visitantes registados, entre mais de 20 nacionalidades. Um número que não inclui, porém, todos aqueles que, de forma autónoma, percorreram os 58 monumentos deste itinerário.

A Rota do Românico, acrescenta, “está preparada numa dimensão de experiência”, aproveitando “o património extraordinário que temos, que não é grande, mas possui uma beleza ímpar e tem pormenores que estimulam o visitante a prosseguir a sua visita, deixando-o fascinado”.

“A mais-valia da Rota do Românico para o turista é estar estruturada e revelar-se como uma espécie de caixa de Pandora, onde funciona muito bem o efeito surpresa e a descoberta de uma história fantástica associada à fundação do País, aliada à particularidade estética da escultura do românico e ao sabor maravilhoso da nossa gastronomia e vinhos”, concluiu Rosário Correia Machado.

A Rota do Românico integra os municípios de Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.

As principais áreas de intervenção deste projeto abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação ambiental e a promoção turística.

O primeiro dos 14 vídeos promocionais da Rota do Românico está disponível a partir de hoje, podendo ser visualizado aqui.

Imagem: Mosteiro do Salvador de Paço de Sousa / JasR123-CC

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.