Milhares de pessoas continuam a esquecer-se das regras de segurança impostas pelos aeroportos, principalmente aqueles que viajam apenas com bagagem de mão.

De acordo com um estudo realizado no Reino Unido, em Gatwick, Londres, cerca de 1.800 caixas são usadas todos os meses para colocar objetos proibidos ou perdidos, segundo dados revelados pelo próprio aeroporto.

Os passageiros escoceses são, aparentemente, os que mais problemas têm com questões de segurança, com quase 10% dos viajantes do aeroporto de Glasgow a terem de deixar para trás objetos avaliados, mensalmente, entre 380 euros e 550 euros.

O maior problema, segundo o mesmo estudo, recai sobre a regras dos 100ml para o transporte de líquidos, de que muitos passageiros parecem esquecer-se. Além dos objetos cortantes, como lâminas e tesouras, que continuam a ir dentro da bagagem de mão.

A responsabilidade recai sobre o viajante que tem de cumprir as regras de segurança de cada aeroporto, mas o esquecimento também pode ser um sintoma da forma como viajamos.

Um porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido afirma: "com tantas pessoas a fazerem check-in online, facilmente nos esquecemos de como é viajar hoje em dia".

Saiba, então, quais os 10 itens mais confiscados no aeroporto:

- Água (31%)

- Desodorizante (31%)

- Tesouras (25%)

- Maquilhagem (16%)

- Pinças (16%)

- Perfume (14%)

- Brinquedos (14%)

- Lâminas de barbear (13%)

- Cremes hidratantes (10%)

- Pasta de dentes (9%)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.