O sudoeste de Tenerife tornou-se no primeiro destino Património de Baleias da Europa, uma certificação global desenvolvida pela Aliança Mundial de Cetáceos e apoiada pela Proteção Animal Mundial, que reconhece destinos excepcionais para a observação responsável e sustentável de baleias e golfinhos.

O local, na área marinha de Tenerife-La Gomera, oferece aos turistas uma maneira fácil de selecionar a observação responsável de baleias e golfinhos na natureza e dá à indústria de viagens uma forma de deixar de vender atividades de entretenimento com a vida selvagem e optar por práticas mais éticas.

Tenerife é popular entre os turistas (com cerca de 6 milhões de visitantes por ano) e um local famoso para ver baleias e golfinhos em estado selvagem. Estas credenciais reconhecem o compromisso da comunidade em respeitar e celebrar estes animais, onde vinte e oito espécies de cetáceos podem ser encontradas nas águas da ilha.

Este e um local em Dana Point, Califórnia, EUA, também anunciaram que vão juntar-se aos outros dois únicos locais classificados como património das baleias no mundo: The Bluff, na África do Sul e Hervey Bay, na Austrália.

Tornar-se um Património das Baleias garantirá que os visitantes contribuem para destinos que celebram o seu património natural, protegem a vida selvagem marinha e constroem uma ligação entre os residentes locais e a vida marinha.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.