Um novo estudo global do site de viagens momondo.com, "The Value of Traveling 2019: Opening Our World", revela que vemos o mundo cada vez mais dividido. Atualmente, 49% acredita que as pessoas são menos tolerantes em relação a outras culturas do que há cinco anos. No entanto, a maioria acredita que há mais coisas que nos unem do que nos dividem, e que podemos agir como indivíduos para aproximar o mundo. O estudo também apoia a correlação positiva entre viagens e a abertura de espírito.

"Na momondo, a nossa missão é abrir o mundo e a nossa mais recente iniciativa reafirma isso", disse Per Christiansen, vice-presidente de marketing da EMEA da empresa. "A viagem é uma forma de nos tornarmos mais "abertos", dando-nos uma perspetiva diferente de outros países e culturas, além da nossa própria."

"Para ajudar a combater a tendência para um mundo dividido que o nosso estudo demonstra, decidimos criar uma manifestação viva e visual da conexão humana", continuou Christiansen. "Pedimos a pessoas do mundo inteiro, cada uma com uma história diferente, que assumissem um compromisso na forma de uma tatuagem única - para mostrar que, apesar das nossas diferenças, estamos unidos pela nossa humanidade. Ficamos impressionados quando milhares de pessoas se candidataram".

Entre milhares de candidatos, 61 indivíduos de diferentes países e origens ofereceram a sua pele como uma tela para contar a sua história e mostrar o seu compromisso em unir o mundo. Cada um deles recebeu uma tatuagem exclusiva idealizada pelo tatuador de renome mundial Mo Ganji, depois viajaram juntos de forma a partilharem as suas histórias e ficar lado a lado para criar "The World Piece": uma obra de arte única e inédita.

"Queremos que "The World Piece" lance uma discussão global que inspire as pessoas a viajar com uma mente aberta e curiosa - para se aproximarem com os outros e ver que há mais coisas que nos unem do que nos dividem".

A momondo está a oferecer a mais duas pessoas a oportunidade de se tornar parte da "The World Piece". Dois vencedores de diferentes países e culturas serão selecionados com base nas suas razões para ajudar a unir o mundo e ganharão uma viagem de três dias a Berlim (incluindo voo e hotel) para obter tatuagens idealizadas e realizadas pelo tatuador Mo Ganji. Até 20 pessoas adicionais receberão cada uma 1.000 euros para visitar o país que mais abriria a sua mente ao mundo.

Saiba mais no site do concurso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.