A ponte, sobre o Canal do Cojo, ligando o Fórum ao Largo do Mercado Manuel Firmino, ganhou a designação popular devido à iniciativa informal de dois estudantes universitários que, em 2004, começaram a pendurar laços nas guardas da ponte de madeira, como símbolo de amor ou amizade, deixando o desafio a quem ali passasse de repetir o gesto.

Em pouco tempo a ponte ficou cheia de fitas e laços coloridos e tornou-se “moda” deixar o laço na ponte, como testemunho de sentimentos, sobretudo entre os estudantes que foram passando pela Universidade de Aveiro.

Quando a Câmara de Aveiro decidiu intervir nas pontes dos canais urbanos e vedou a “romântica” ponte à travessia pedonal, geraram-se emoções de preocupação com o destino que seria dado aos laços, devido ao seu simbolismo.

Um levantamento técnico dava conta da necessidade inadiável de intervenção nas travessias pedonais, “devido ao estado de degradação que colocava em risco a segurança de pessoas e bens”, e em junho a autarquia avançou para as obras de reabilitação, numa empreitada de cerca de 55 mil euros, financiada pelas receitas dos passeios turísticos de barco moliceiro.

Com a empreitada concluída, a Câmara não só decidiu respeitar o movimento informal gerado na ponte dos laços, como institucionalizar a designação daquela travessia, anunciando o descerramento de placa toponímica com o nome, agora oficial, de “Ponte dos Laços de Amizade”.

Além do descerramento da placa, no sábado, pelas 11:00, será também feito o lançamento de “Fitas de Amor e Amizade” de São Gonçalinho, santo de devoção das gentes da Beira Mar, que também tem fama de fazer milagres em questões amorosas.

A respetiva Mordomia vai colocar as fitas à venda no posto de turismo, quiosques e lojas diversas, para custear as Festas de São Gonçalinho, ainda que ao santo dito “rezingão” possa não bastar a colocação de fitas e laços na ponte para atender milagreiros pedidos, que sempre se hão de rogar no início de janeiro do alto da Capela, lançando cavacas, para manter a tradição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.