Construído pelo organista português António Xavier Machado e Cerveira em 1787, o órgão da Igreja de Nossa Senhora do Livramento, na Azueira, vai fazer-se ouvir esta noite, a partir das 21 horas, no primeiro concerto do festival.

Mafra
Órgão da Basílica do Palácio Nacional de Mafra créditos: Who Trips

Seguem-se, desta quarta-feira até domingo, os órgãos históricos da Igreja de N. Sra. da Encarnação, da Basílica do Palácio Nacional de Mafra, da Igreja de S. Pedro da Ericeira e da Igreja de S. Silvestre do Gradil em mais cinco espetáculos com consagrados organistas, que são diretores artísticos da ECHO.

Esta rede europeia é constituída por Alkmaar (Holanda), Bruxelas (Bélgica), Freiberg (Alemanha), Fribourg (Suíça), Innsbruck (Áustria), Mafra (Portugal), Toulouse (França), Treviso (Itália) e Trondheim (Noruega).

Todos os concertos têm entrada gratuita, mediante reserva. O programa do festival inclui ainda o lançamento do livro “Os Órgãos Históricos do Concelho de Mafra”,  pelas 18 horas do dia 25, no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra.

Recorde-se que Mafra celebra este ano os 300 anos da Colocação da Primeira Pedra da Basílica do Palácio Nacional de Mafra com um diversificado programa de comemorações, que se prolonga até 17 de Novembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.