Inaugurado a 3 de agosto de 2021, o espaço cultural foi distinguido em 2022 como “Melhor Museu do Ano”, o mais alto galardão da APOM - Associação Portuguesa de Museologia.

O troféu, que pode ser apreciado no Museu da Covilhã, foi desenhado pelo artista plástico Fernando Quintas, e representa o Conhecimento, a Arte, a Arquitetura e a singularidade das realizações humanas. Teve como referência criativa a escultura Biblioteca Specularis, concebida para a exposição "Within Light/Inside Glass, an intersection between Art and Science" (Veneza, 2015).

Segundo números avançados pela instituição, o Museu da Covilhã recebeu um total de 6.654 visitantes. Do total de 67 visitas guiadas, o espaço acolheu 31 visitas de escolas, que contemplaram um conjunto de 870 crianças e adolescentes. Além da portuguesa, o Museu foi visitado por pessoas de 24 nacionalidades distintas.

Museu da Covilhã
O Museu da Covilhã, de entrada livre, conta a história do concelho. Nos tempos romanos, a cidade era conhecida por Cava Juliana ou Silia Hermínia.

O Museu da Covilhã

Localizado no centro da cidade, o Museu da Covilhã proporciona um serviço municipal gratuito e acessível a todos os públicos. Instalado num edifício projetado por Ernesto Korrodi no princípio do século XX, o Museu aborda cronologicamente as diferentes épocas de ocupação do território do concelho.

Encontra-se aberto de terça-feira a domingo, nos períodos 10:00-13:00 e 14:00-18:00.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.