O projeto é da autoria do atelier Plano Humano Arquitectos e está indicado em duas categorias: “Religião – Edifícios Construídos” (“Religion - Completed Buildings”) e “Pequeno Projeto do Ano” (“Small Project of the Year”).

O projeto irá agora competir pelo prémio final nestas duas categorias, e para isso terá que ser apresentado a um júri internacional, durante os dois primeiros dias do World Architecture Festival. Trata-se do maior evento internacional de arquitetura que este ano decorre de 28 a 30 de novembro na cidade de Amesterdão, Holanda.

No terceiro dia, os vencedores das categorias terão que apresentar o projeto novamente a um “super-júri” que vai decidir sobre os dois projetos que serão nomeados “World Building” ou “Future Project of the Year”.

O júri internacional é composto por mais de 130 arquitetos e críticos reconhecidos internacionalmente, que representam 35 países.

De acordo com a organização, o prémio recebeu mais de 1000 inscrições, a maior participação de sempre. No total, foram escolhidos 536 projetos finalistas provenientes de 81 países, que competem nas diferentes categorias.

A Capela do CNAE foi inaugurada no verão de 2017 e, desde então, tem sido destacada em publicações nacionais e internacionais de design e arquitetura.

A inspiração para esta construção, dedicada a Nossa Senhora de Fátima, nasceu do âmago da experiência escutista: a vida ao ar livre, o acampamento, a tenda, a sobriedade e simplicidade das construções e estilo de vida. Também as extremas do edifício, de forma pontiaguda, fazem uma alusão ao lenço escutista, símbolo da promessa e compromisso neste movimento.

Para além desta indicação, o projeto já foi premiado nos World Architecture Community Awards e acaba de receber o Troféu Archizinc, em Paris.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.