À medida que entramos não apenas num novo ano, mas numa nova década, as nossas necessidades, comportamentos e desejos de viagem continuam a evoluir.

Com o objetivo de tornar mais fácil a experiência no mundo das viagens, a plataforma de reservas online Booking.com prevê que 2020 será um ano de exploração de viagens como nunca antes, alimentado por tecnologia, além de um crescente senso de responsabilidade e uma ligação mais profunda com as pessoas e os lugares que visitamos.

Com base na sua experiência, juntamente com pesquisas entre mais de 22.000 viajantes em 29 mercados e informações de mais de 180 milhões de avaliações de hóspedes verificadas, aqui estão as tendências de viagens que podemos esperar ganhar vida no próximo ano - e além.

1. Ascensão na procura por destinos menos populares

As viagens para destinos menos conhecidos, numa tentativa de reduzir o excesso de turismo e proteger o meio ambiente, darão um salto adiante no próximo ano. Mais da metade (54%) dos viajantes globais deseja participar na redução do excesso de turismo, enquanto 51% trocariam o seu destino original por uma alternativa menos conhecida, mas semelhante, se soubessem que isso causaria menos impacto ambiental.

E para despertar o interesse destes, 60% dos viajantes globais gostariam de ter acesso a um serviço (aplicação/site) que recomenda destinos em que um aumento no turismo teria um impacto positivo na comunidade local. Poderemos, assim, assistir às empresas responderem a esta procura introduzindo funções que facilitam a identificação de destinos de cidades/bairros através da compreensão das preferências de viagem dos viajantes e da correspondência com destinos alternativos ou menos conhecidos no país ou região escolhidos.

Da mesma forma, o aumento da colaboração no ecossistema de viagens verá mais campanhas de consciencialização e melhorias na infraestrutura para atrair os visitantes a seguir a estrada menos percorrida.

2. Decisões de viagem nas mãos da tecnologia

Em 2020, os viajantes colocarão ainda mais firmemente os aspetos principais do seu processo de tomada de decisão nas mãos da tecnologia. Pode ser esmagador decidir quais cantos do nosso incrível planeta visitar ou quais excursões escolher, mas no próximo ano a tecnologia inovadora será inspiradora e nos permitirá superar este obstáculo com facilidade. Recomendações inteligentes e confiáveis, conduzidas por tecnologia, vão ligar os viajantes a uma infinidade de novas experiências que, de outra forma, não teriam cruzado o nosso caminho, além de economizar tempo e permitir aproveitar ao máximo cada minuto das férias.

Quase seis em cada 10 (59%) pessoas que dizem que querem que a tecnologia lhes ofereça opções surpreendentes e algo totalmente novo no próximo ano. Além disso, quase metade (46%) dos viajantes globais declara que usará uma aplicação que torne fácil e rápido explorar e reservar atividades em tempo real enquanto viaja, e um número semelhante (44%) planeia usar uma aplicação que lhes permita planear previamente as atividades.

Atendendo a esta necessidade, 2020 verá ainda mais aplicações de Inteligência Artificial, oferecendo sugestões personalizadas de destinos a visitar, lugares para ficar e coisas para fazer com base nas suas preferências atuais, viagens anteriores e fatores contextuais importantes, como clima e popularidade.

3. Devagar se vai ao longe...

O ano de 2020 trata-se de ir devagar, com calma. Em 2020, quase metade (48%) dos viajantes planeia usar modos de transporte mais lentos para reduzir o seu impacto ambiental e seis em cada 10 (61%) preferem seguir um caminho mais longo para experimentar mais a própria viagem.

Os tipos de transporte que atendem ao nosso desejo de desacelerar um pouco também vão surgir - desde bicicletas a pedestres até elétricos, trenós e barcos, além dos nossos dois pés. De facto, mais da metade (57%) dos viajantes já não se importa em gastar mais tempo a viajar para chegar ao destino se estiverem a usar um meio de transporte exclusivo. Da mesma forma, 64% estariam interessados em sentir como se estivessem a voltar atrás no tempo, realizando uma viagem de comboio histórica.

comboio
créditos: JK on Unsplash

4. Descobrir algo totalmente divertido

Um mundo em ritmo acelerado significa que a maioria de nós geralmente não tem muito tempo - uma noção que não começa ou termina com as férias. Os viajantes desejarão ser o mais eficientes possíveis em termos de tempo nas férias. Portanto, em vez de se fixar num tema para as férias inteiras, 2020 verá um aumento nos viajantes que exploram o 'todo divertido', visitando destinos que oferecem uma variedade de recursos enriquecedores, experiências e atrações.

Mais da metade (54%) dos viajantes globais afirmam querer fazer uma longa viagem a um lugar que tenha todas as suas atividades e pontos turísticos favoritos próximos, e 62% concordam que escolheriam um destino que ofereça todas as suas atividades favoritas e pontos turísticos próximos um do outro para economizar tempo de viagem. Reconhecendo isto, espere ver a indústria continuar a tornar as viagens ainda mais fáceis, organizando itinerários cheios de variedade, promoções e rotas para permitir que os viajantes aproveitem ao máximo estes destinos divertidos.

Ao imaginar um destino com tudo isto - desde paisagens naturais impressionantes que podem ser admiradas da varanda da sua villa, até pontos turísticos históricos, parques e praias deslumbrantes para se refrescar e relaxar, seguido de um jantar fantástico no restaurante local - os viajantes da Booking.com identificaram Montevidéu (Uruguai), Ilhabela (Brasil) e Naha (Japão) como os principais destinos, entre outros, que oferecem estas experiências divertidas.

5. Animais de estimação também vão de férias

Com mais da metade (55%) dos donos de animais no mundo inteiro a dizer que eles são tão importantes para si quanto os seus filhos, não é surpresa que 2020 pareça anunciar uma nova era de férias centradas em animais. Veremos os viajantes a colocar as necessidades dos seus amados animais de estimação quando se trata de selecionar para onde ir, onde ficar e o que fazer.

42% dos donos de animais concordam que no próximo ano escolheriam destinos de férias com base na possibilidade de levar os seus animais de estimação e 49% estariam dispostos a pagar mais para ficar numa acomodação que aceita animais de estimação. Com esta tendência, mais alojamentos vão provavelmente começar a aceitar animais de estimação nas suas reservas.

animal de estimação
créditos: Booking.com

6. Criar ótimas recordações com escapadinhas geracionais

2020 poderá ser o ano das férias em família, com cada vez mais avós a tirarem férias apenas com os seus netos, deixando para trás a geração intermediária. Quase três quartos (72%) dos avós concordam que passar tempo com os netos os mantém jovens e 71% acreditam que os pais precisam de um tempo a sós sem os filhos. Associe isso ao facto de que a geração mais velha de hoje é mais saudável, mais aventureira e mais interessada em permanecer jovem e ativa do que nunca. Oferta de experiências ativas para ambos os targets estarão em cima da mesa no próximo ano.

7. Procura por viagens gastronómicas exclusivas

No próximo ano, os viajantes colocarão as ambições culinárias na vanguarda das suas decisões de viagem, com a corrida para conseguir que todas as reservas importantes em restaurantes realmente aconteçam. Para muitos, onde e quando viajam começará - e depende - se eles podem reservar uma mesa para desfrutar de uma culinária altamente cobiçada, em muitos casos em lugares cujas listas de espera duram meses.

As jóias escondidas - aqueles lugares que há muito são favoritos entre os habitantes locais e oferecem sabores caseiros, às vezes fora dos roteiros mais conhecidos - são os que têm mais probabilidade de agradar os paladares dos viajantes que procuram experiências gastronómicas locais, especialmente para sete entre 10 (71%) dos viajantes globais que afirmam que comer produtos de origem local é importante quando estão de férias.

gastronomia
créditos: Booking.com

8. Via rápida para viagens de longo prazo

Com a reforma, poderá vir também uma viagem mais prolongada. Quase um quarto (23%) das pessoas de 18 a 25 anos planeia reformar-se antes de completar os 55 anos e o que planeia fazer também está a mudar.

Em 2020, os viajantes mudarão de mentalidade e começarão a planear mais para os seus futuros anos dourados, com quase dois terços (65%) dos viajantes globais a ver a viagem como a maneira perfeita de passar esse tempo livre.

Quase metade (47%) dos viajantes globais planeia ser mais aventureiro nas suas escolhas de viagem depois da reforma, e quase um quinto (19%) daqueles que já estão reformados estão a planear um ano sabático - dando tempo para viajar durante vários meses sem interrupção, algo que mais da metade (52%) de todos os viajantes concorda que se pode fazer em qualquer idade.

viagem reforma
créditos: Booking.com

A pesquisa da Booking.com foi conduzida entre 9 e 28 de agosto de 2019, num total de 22 mil participantes em vários mercados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.