Segundo a Direção de Serviços de Estatística e Censos (DSEC), no primeiro trimestre, a despesa total dos visitantes excluindo em jogo totalizou 11,54 mil milhões de patacas (1,28 mil milhões de euros), um valor que também traduz uma queda relativamente ao trimestre precedente (-11,6%).

Em termos da estrutura dos gastos, foram, essencialmente, em compras (43,7%), alojamento (27,8%) e alimentação (20,4%).

A despesa ‘per capita’ dos visitantes no primeiro trimestre do ano situou-se em 1.547 patacas (172,3 euros) – menos 14,1% em termos anuais, segundo a DSEC.

Já a despesa total dos turistas e excursionistas atingiu 8,86 mil milhões (986 milhões de euros) e 2,68 mil milhões de patacas (298,5 milhões de euros), traduzindo declínios de 14,8% e 9,6%, respetivamente.

Macau recebeu 7,45 milhões de visitantes no primeiro trimestre do ano, um aumento ligeiro de 0,6% em termos anuais homólogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.