Se, durante as próximas férias, for passar por algum destes aeroportos, prepare-se para enfrentar algum stress durante o caminho.

De acordo com site StressFreeCarRental.com, a maioria dos viajantes pode tolerar uma sala de embarque lotada se o tempo de viagem para o aeroporto for rápido, o estacionamento for barato e houver restaurantes para relaxar com bom acesso a wi-fi.

Contudo, o estudo revela que esse nem sempre é o caso de muitos dos aeroportos mais movimentados da Europa, longe dos centros das cidades, com instalações precárias e estacionamento caro.

Assim, o aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, foi nomeado o aeroporto mais stressante para os turistas voarem, com mais de 57 milhões de passageiros por ano a passar por ali.

O aeroporto de Paris fica a mais de 40 km do centro da cidade, tornando difícil para os turistas viajarem facilmente. Tem poucos restaurantes relativamente ao seu tamanho.

Londres Heathrow surge como o segundo aeroporto mais stressante, com o pior registo de atrasos de qualquer um dos aeroportos mais movimentados da Europa.

O terceiro lugar mais é o Aeroporto de Londres Gatwick - a 45,7 kms, é o mais distante da cidade mais próxima, o que significa que os passageiros muitas vezes chegam cansados antes mesmo do check-in.

Os 10 aeroportos mais stressantes da Europa
Os 10 aeroportos mais stressantes da Europa créditos: DR

O Aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, ocupa a sétima posição, pois é o mais caro para estacionar por uma semana (€ 234) - uma grande diferença em relação ao local mais barato no Aeroporto Leonardo Da Vinci-Fiumicino, em Roma, Itália, custando apenas € 20 por sete dias.

Frankfurt é também o aeroporto mais próximo do centro da cidade, a apenas 13,3 km, seguido por Barcelona a 13,7 km e Istambul a 17,2 km.

O Aeroporto Josep Tarradellas Barcelona-El Prat, na Espanha, foi classificado como o aeroporto menos estressante da lista, com alguns dos menores números de tráfego de passageiros, estacionamento barato, poucos atrasos na partida, além de estar perto do centro da cidade (Barcelona).

Classificado como o quinto mais estressante, o aeroporto de Schiphol, em Amesterdão, recebe mais de 52 milhões de passageiros anualmente - ainda pontua 2,1 para atrasos de partida e taxas de estacionamento caras em mais de € 110 por semana.

Apesar do wi-fi lento, Munique tem a segunda pontuação mais baixa para atrasos de partida de aviões (1,7), e serve os 31 milhões de passageiros nos 65 restaurantes do aeroporto.

Comparativamente, o Aeroporto de Heathrow, em Londres, serve seus 51 milhões de passageiros anuais em apenas 47 restaurantes.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.