Segundo o Observador Cetelem Férias 2018, 22% dos consumidores nacionais decidem os locais e fazem reservas para as férias de verão através de plataformas digitais. Esta é uma percentagem que aumenta para 51% no caso dos que optam por férias no estrangeiro.

Dicas simples para comprar passagens aéreas pela internet
Dicas simples para comprar passagens aéreas pela internet
Ver artigo

Cerca de 56% dos inquiridos referem não efetuar qualquer tipo de marcação, 2% mais do que no ano passado e que poderá justificar-se com o grupo que opta por fazer férias em casa ou em casa de família/amigos. Contudo, para os que fazem reservas, o método preferido é o das plataformas online.

Seja pela comparação de preços, comentários de outros utilizadores ou por estar à distância de um clique, as plataformas online são a alternativa referida por 22% dos inquiridos, mais sete pontos percentuais do que no ano passado, quando as plataformas digitais para reserva foram mencionadas por apenas 15%.

Assim, os métodos tradicionais para as reservas de férias, como o caso das agências de viagens, têm perdido força. Se, em 2017, 20% dos portugueses utilizavam as agências de viagens para marcar as suas férias, este ano, apenas 10% recorrem a esta opção como alternativa. Este valor, no entanto, cresce na hora de planear as férias fora de Portugal, onde os portugueses são mais tradicionais, com 40% dos inquiridos a recorrerem às agências de viagens.

Fonte: Cetelem

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.