Nem todos os viajantes gostam de fazer escala, mas também, para outros, passar mais de oito horas dentro de um avião pode ser impensável. O preço do voo também pode influenciar na escolha entre um voo direto ou com várias escalas.

10 dicas para viajar com tranquilidade em voos longos
10 dicas para viajar com tranquilidade em voos longos
Ver artigo

Para quem vai fazer um voo longo com várias escalas, reunimos alguns truques e dicas para não desesperar.

1.     Saia do aeroporto

Se não consegue mesmo evitar a escala, tente esticá-la o suficiente para poder sair do aeroporto e passear um pouco, sugere a momondo. Na sua lista de truques e dicas, a momondo aconselha-o a confirmar se precisa de um visto e se existem serviços de armazenamento de bagagem caso precise de voltar a fazer check-in antes do embarque seguinte. É também importante perguntar sobre os tempos estimados de espera para o controlo de segurança do próximo voo, para não se atrasar.

Caso não tenha muitas horas vagas e não der para sair do aeroporto, veja as seguintes dicas dadas pela momondo.

2.     Mime-se num Lounge

Pode parecer algo ridículo para uma viagem curta, e encarece um pouco o orçamento, mas se tiver horas para queimar num aeroporto aborrecido porque não experimenta comprar uma entrada para um lounge privado? Dependendo da entrada, pode desfrutar de bebidas gratuitas, jornais, internet e, mais importante ainda, um ambiente sossegado.

O Lounge Pass oferece acesso a 300 lounges de aeroporto em todo o mundo, e o LoungeBuddy a 160. Se fizer uma viagem com muitas escalas, considere o Priority Pass: além de oferecer mais de 950 lounges em todo o mundo, funciona com uma taxa anual de sócio.

3.     Mexa-se

Se vai numa viagem longa pode optar por fazer alguma pesquisa e tentar obter acesso a um ginásio ou centro de fitness no aeroporto, ou num hotel dentro/perto do aeroporto. Embora alguns sejam algo caros, um bom duche depois de se exercitar durante a escala de seis horas não tem preço.

Se considera que também vai de férias do exercício, que tal uma volta por uma galeria de arte? Aeroportos como o London Heathrow ou o Aeroporto Schiphol em Amesterdão têm espaços dedicados para arte e/ou escultura, e o Aeroporto Internacional de São Francisco tem até o seu próprio museu. O Northern Kentucky International Airport, nos Estados Unidos, tem ponéis para acalmar os passageiros.

4.     Aproveite para descansar

Se aterrar a meio da noite e estiver desesperado por uns minutos de sono, todos os aeroportos têm locais onde pode descansar. Alguns contam com zonas de silêncio dedicadas com espreguiçadeiras, vagens para dormir e até pequenos hotéis. Se não encontrar nenhuma zona específica para dormir procure um cantinho sossegado ou encaminhe-se para uma porta de embarque que não esteja a ser utilizada. Se não tiver razão nenhuma para estar cansado a não ser o jet lag tente espairecer: dê um passeio e coma qualquer coisa.

5.     Explore o aeroporto

Não tem dinheiro suficiente para ir para o lounge do aeroporto nem tempo para fazer exercício ou dormir? Então explore o local. Descubra um bom lugar perto de um vidro e veja os aviões a partir e a chegar. Se tiver medo de voar, pode ser que observar a forma segura e calma com que levantam voo e aterram o acalme.

Os aeroportos são sítios interessantes onde conhecerá pessoas diferentes, meta conversa com algumas delas e deixe-se surpreender pela positiva.

Até lá, fique a conhecer os tipos de viajantes que encontramos sempre no aeroporto e veja se identifica com algum.

6.     Entretenha as crianças

Se viajar com crianças a pausa será muito apreciada. A ideia de enfrentar um voo de 17h seguidas parece boa, mas depois das crianças dormirem a sesta, esgotarem todos os jogos, estarem fartas de televisão e correrem 15 vezes para trás e para a frente do avião até vai desejar fazer várias escalas.

10 Dicas para adormecer mais facilmente no avião
10 Dicas para adormecer mais facilmente no avião
Ver artigo

Que tal optar por tornar a viagem parte das férias e alongar a escala para conseguir sair do aeroporto e ver qualquer coisa? Se tal não for possível, tente descobrir se existe uma zona infantil: a maioria dos aeroportos grandes têm escorregas, bandas desenhadas, berços e até banheiros.

7.     Vá equipado

Se já sabe que vai ter uma longa escala no aeroporto, prepare-se para tal. Tampões para os ouvidos, máscara para dormir, livros, séries/filmes no tablet/telemóvel/portátil, uma manta ou camadas extra de roupa, uma garrafa de água para ir reenchendo, snacks, carregador, e uma muda de roupa são, no mínimo, itens essenciais, mas há mais que pode encontrar aqui.

Se ainda não decidiu se vai optar por um voo direto ou com escala, descubra os voos mais longos do mundo. Talvez, conhecendo as distâncias e o tempo de duração das viagens consiga chegar a uma conclusão de qual o melhor voo para si.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.