Depois de Luxemburgo tornar o transporte público gratuito no país em 2020, Malta seguiu o exemplo e, em outubro passado, tornou-se no segundo país do mundo onde o transporte público é gratuito.

Espanha também lançou recentemente viagens de comboio gratuitas em rotas selecionadas até o final do ano e uma pequena região italiana reembolsa os bilhetes de comboio dos viajantes até maio.

Já a Alemanha ofereceu passes de viagem quase gratuitos para todo o país (9 euros por mês) durante o verão. De acordo com a Condé Nast Traveler (CNT), a medida surgiu na sequência dos processos judiciais que o país tem estado a enfrentar devido aos altos níveis de poluição do ar.

Luxemburgo: o que visitar no primeiro país do mundo com transportes públicos gratuitos
Luxemburgo: o que visitar no primeiro país do mundo com transportes públicos gratuitos
Ver artigo

A sustentabilidade é uma das grandes razões para países e cidades europeias estarem a optar por oferecer o transporte público. Quem defende a gratuidade do transporte público, acredita que a isenção incentiva as pessoas a utilizar estes meios de transporte de massa e a deixar os automóveis estacionados, o que contribui para a redução das emissões dos veículos e para a melhoria da qualidade do ar no local. 

Segundo um relatório das Nações Unidas, divulgado em outubro, a poluição do ar continua a ser o maior risco para a saúde pública no velho continente.

Como a poluição pode arruinar algumas das vistas mais incríveis do mundo

Algumas das vistas mais desejadas pelos viajantes podem ser arruinadas totalmente, se os níveis de poluição continuarem a aumentar. Veja como podem ficar na galeria:

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.