Porquê Castilla y Léon?

É uma das regiões com maior diversidade natural e cultural da Europa, além de ter uma gastronomia muito apreciada. Se ainda procura um destino atrativo para esta Páscoa, então Castilla y León pode ser a melhor solução para quem deixou os planos para a última da hora.

Junto às regiões de Trás-os-Montes e Beira Alta, destinos como Salamanca, Ávila e Segóvia ficam a poucas horas de viagem de carro desde Porto e Lisboa. Se vivem em cidades mais próximas da fronteira como Viseu, Bragança ou Vila Real, então essa distância é ainda mais curta.

Ávila, Salamanca e Segóvia (todas consideradas Património da Humidade pela UNESCO) ultrapassam as fronteiras do mapa de Espanha e surgem, habitualmente, em várias listas de "destinos a visitar antes de morrer" de diferentes publicações espalhadas pelo mundo, incluindo aqui no SAPO Viagens.

São mais de 40 espaços naturais protegidos, destacando-se o Parque Nacional dos Picos da Europa, Bosques Atlânticos e as impressionantes Las Médulas.

La Cabrera, em León
La Cabrera, em León créditos: Turismo de Espanha

Como português vai apreciar, e muito, a gastronomia desta região, com pratos típicos como cordeiro assado, morcela, chouriço de ossos ou leitão assado.

Isto foi apenas uma introdução à região de Castilla y León. Se chegou até aqui e ainda não combinou uma escapadinha à vizinha Espanha, de que está à espera? Não precisa de reservar bilhete de avião, basta marcar hotel, entrar no carro e partir.

As principais cidades

Segóvia

Catedral de Segóvia
Catedral de Segóvia créditos: Turismo de Espanha

Esta cidade, que começou a ser erguida no período do Império Romano, foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 1985. Em Segóvia, destacam-se o imponente aqueduto romano, a Catedral de Santa Maria, também conhecida como a Dama das Catedrais, o Alcázar e o Palácio Real de Riofrio.

Valladolid

Cidade de Valladolid
A arquitetura vibrante de Valladolid créditos: Turismo de Espanha

Com um vasto património arquitetónico e cultural, os principais pontos turísticos de Valladolid são os palácios, igrejas e praças, mas há muito mais para descobrir. Recomenda-se um passeio pelas ruas do antigo bairro judeu até ao Palácio dos Condes de Benavente, na Plaza de la Trinidad, e também conhecer a Plaza de San Pablo.

Burgos
A Catedral de Burgos é única catedral em Espanha reconhecida de forma individual como Património da Humanidade pela UNESCO. Antiga capital do reino unificado de Castilla y León, é uma cidade reconhecida pelas inúmeras obras do gótico, sendo a Catedral já mencionada a principal. Não deixe de visitar o centro histórico, um dos mais bonitos de Espanha.

León

Cidade de León
Catedral de León créditos: Turismo de Espanha

Tal como Burgos, León é famosa por uma imponente catedral gótica, contudo, outros motivos existem para visitar a cidade, como, por exemplo, a Basílica de Santo Isidoro, o antigo mosteiro de São Marcos, o Palácio de los Guzmanes, a Casa de Botines e o MUSAC. Os bairros Humedo e Boémio e a Plaza del Grano são outros dos pontos turísticos que não podem faltar numa visita a León.

Salamanca

Plaza de los Bandos, Salamanca
Plaza de los Bandos, Salamanca créditos: Turismo de Espanha

Também reconhecida como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, Salamanca tem uma das universidades mais antigas (1218) do mundo e é uma das cidades mais antigas de Espanha. Por lá passaram nomes como Cristóvão Colombo, Antonio de Nebrija e Miguel de Unamuno. O conjunto de catedrais novas e velhas, é também um dos ícones desta cidade, onde é possível ver vestígios do terramoto de Lisboa de 1755 nas paredes do local.

Zamora

Cidade de Zamora
Zamora e o rio créditos: Turismo de Espanha

Zamora é a cidade espanhola mais visitada pelos portugueses da zona raiana de Miranda do Douro. Esta cidade tem muitas atrações para os viajantes que se atrevem a conhecê-la, possuindo uma arquitetura muito peculiar, além de um centro histórico medieval de tirar o fôlego. Aprecie também as espetaculares vistas sobre o rio Douro.

Palência

Palência à noite
Palência à noite créditos: Turismo de Espanha

A cidade de Palência, com um interessante conjunto monumental, é perfeito para iniciar o percurso do mais importante roteiro do românico da Espanha. A ribeira do rio Carrión é uma das zonas de lazer mais importante da cidade, com uma grande área verde, tal como o Sotillo de los Canónigos.

Sória

Os vestígios romanos em Sória
Os vestígios romanos em Sória créditos: Turismo de Espanha

Sória mantém um importante legado românico espalhado pelas belas ruas medievais da cidade. O Museu Numantino dá a conhecer as origens da cidade e o passado da região através de uma coleção de peças procedentes de diversos sítios arqueológicos.

Ávila

As muralhas de Ávila
As muralhas de Ávila créditos: Turismo de Espanha

O símbolo inconfundível de Ávila é a sua muralha, sendo a cidade que mais transmite o ambiente medieval, arriscaríamos, no mundo. Ostenta um dos amuralhados melhor conservados da Europa, em cujo interior se esconde uma Cidade Património da Humanidade com ruas de pedra, igrejas vistosas e uma atmosfera tranquila que o ajudará a desconectar das grande cidades. A icónica muralha de Ávila tem um percurso de 1.700 metros. É, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos e peculiares de Espanha.

10 coisas a não perder em Castilla e León

Parque Nacional dos Picos da Europa

Dividido entre as províncias das Astúrias, Cantábria e León, o Parque Nacional dos Picos da Europa deve o seu nome às impressionantes formações rochosas existentes. Repleto de carvalhais e faiais e lar de dois dos mais emblemáticos animais que se encontram em Espanha, o urso-pardo e o lobo ibérico, é o exemplo perfeito do ecossistema atlântico.

Aqueduto de Segovia

Aqueduto de Segovia
créditos: Turismo de Espanha

Um dos mais importantes do mundo romano fica na cidade de Segóvia. Foi construído, provavelmente, na época dos Flávios, entre a segunda metade do século I e o início do século II. Esta impressionante obra de engenharia, em excelente estado de conservação, conta com 20.400 blocos de pedra, assentes num perfeito e sólido equilíbrio de forças, uma vez que não estão unidos por nenhum tipo de argamassa ou cimento. A altura máxima da construção é atingida na praça do Azoguejo, com 28,10 m de altura e um total de 167 arcos.

MUSAC. Museu de Arte Contemporânea de Castilla y León

O Museu de Arte Contemporânea de Castilla y León foi criado para dar a conhecer ao mundo a arte, cultura e sociedade desta região. Define-se como um espaço aberto a todos os cidadãos para reflexão, diálogo e partilha de ferramentas de análise e propostas de ação em torno da arte e da sua relação com a sociedade, utilizando a museologia crítica como paradigma através do qual os utilizadores se relacionam com o museu e o ambiente para gerar uma rede compartilhada de conhecimento situado e contextual.

Catedral de Burgos

Catedral de Burgos
Catedral de Burgos créditos: Turismo de Espanha

É a única catedral da Espanha considerada Património Mundial pela UNESCO. Embora predomine o gótico, a catedral também ostenta outros estilos artísticos, já que a sua construção atravessou vários séculos (de 1221 até 1765). A fachada principal é a Porta do Perdão, com uma rosácea estrelada e uma galeria de estátuas dos reis de Castilla, uma obra para ficarmos a olhar por longos minutos.

Sítio Arqueológico de Numancia

Estas ruínas situam-se a oito quilómetros da cidade de Soria, num monte chamado Castro ou Muela. Descobertas apenas no século XIX, logo com as primeiras escavações, determinou-se a existência de três cidades sucessivas: uma pré-histórica, uma celtibera e outra celtibero-romana. Numancia caiu no domínio romano no ano 133 a.C., mas acredita-se que os primeiros povos tenham ocupado o local 2000 anos antes da nossa Era.

Las Médulas

Las Médulas
Las Médulas créditos: Turismo de Espanha

O complexo mineiro romano de Las Médulas é Património Mundial desde 1997, na categoria de paisagem cultural. Este território mineiro tinha o propósito de realizar a cunhagem de moeda que servia o Império Romano. À parte disso, é uma visão inesquecível, com a paisagem de terras vermelhas e laranja entre o verde das montanhas, sendo possível entrar nas antigas galeria de minas e observar o horizonte da região.

Sítio Arqueológico de Atapuerca

O Sítio paleontológico de Atapuerca é uma das mais importantes da Europa, já que reúne testemunhos da presença e modo de vida dos hominídeos há um milhão de anos. Encontra-se no pequeno município de Atapuerca, situado a uns 20 quilómetros ao nordeste da cidade de Burgos. Na Sima de los Huesos foram encontrados restos de, pelo menos, 32 pessoas de diferentes géneros e idades, constituindo uma das melhores amostras conhecidas de uma população daquele período. Em 2000, foi considerada Património da Humanidade pela UNESCO.

Castelo de Peñafiel

Situado no morro mais alto da localidade e com a Torre de Menagem a alcançar 34 metros de altura, o Castelo de Peñafiel avista-se bem antes de lá chegar. Impressionante fortaleza declarada Monumento Nacional em 1917, domina a paisagem desde o século X, como testemunha impassível ao tempo e à história.

Plaza Mayor de Salamanca

Plaza Mayor de Salamanca
Plaza Mayor de Salamanca créditos: Turismo de Espanha

Majestosa a qualquer hora do dia ou da noite. É uma das praças mais bonitas de Espanha e um dos monumentos barrocos mais importantes da península. Declarada Monumento Nacional desde 1935, na sua justificativa técnica e artística se afirma que é “a praça mais decorada, proporcional e harmoniosa de todas da sua época existentes na Espanha”. Ainda hoje recebe os principais eventos da cidade de Salamanca.

Parque Natural do Lago de Sanabria

Cercado por pedras de granito e florestas de carvalho, o Lago de Sanabria detém o título de maior lago de origem glacial na Península Ibérica. As suas águas são puríssimas e, habitualmente, muito frias, mas nos últimos anos, tem vindo a notar-se um aumento na sua temperatura média de tal modo que, nos meses mais quentes, é uma maravilha nadar nestas águas cristalinas. A área onde se insere possui o estatuto de Parque Natural desde 1978 para preservar a sua morfologia e beleza única esculpida por glaciares no período Quaternário.

Semana Santa

De acordo com o jornal ABC, a semana santa em Castilla y León “arrancará com um Domingo de Ramos com temperaturas mais altas do que o habitual e, ainda que seja esperada pouca chuva entre segunda e terça-feira, a meio da semana o sol predominará” nesta região.

Semana Santa de León
Semana Santa de León créditos: Turismo de Espanha

Na Semana Santa de León contempla-se o "El Encuentro de San Juan y la Madre Dolorosa y el Nazareno” na Plaza Mayor, o culminar da bela Procissão dos Passos. Em Zamora, os cantos gregorianos produzem uma atmosfera incrível durante as procissões noturnas.

Nos desfiles da Semana Santa de Valladolid observe as esculturas religiosas, algumas de San Juan de Juni ou de Gregorio Fernández, exemplos valiosos de arte barroca. A de Salamanca é espetacular, com os monumentos da cidade como cortina de fundo.

Cada uma destas festas é especial, única e diferente, assim como as restantes festas da Semana Santa também em Medina de Rioseco, Medina del Campo, Ávila e Palência.

Não perca mais tempo, até porque as festas da Semana Santa estão mesmo à porta, e parta já em direção a esta região no interior de Espanha que encanta qualquer um.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.