O hotel lendário de Nova Iorque, Waldorf Astoria, fechou ontem, 28 de fevereiro de 2017, as suas portas para obras de remodelação que devem durar entre dois a três anos. Segundo fontes internacionais, parte das remodelações implicam converter cerca de 1.413 quartos em luxuosos apartamentos.

Em 2014, o hotel foi comprado pelo grupo chinês Ambang Insurance por 1,8 mil milhões de euros, e responsável agora pelo projeto de renovação do Waldorf Astoria.

O hotel que recebeu reis, rainhas, presidentes e celebridades é um dos mais significativos exemplos do estilo Art Deco. Foi originalmente construído onde era o local da mansão do milionário William Waldorf Astor na esquina da Quinta Avenida com a 33rd Street. O hotel de 13 andares abriu a 13 de março de 1893. Quatro anos mais tarde, o primo de Waldorf, John Jacob Astor IV, ergeu o Astoria Hotel, com 17 andares num local adjacente.  A 1 de outubro de1931 abriu como sendo o hotel mais alto e mais largo do mundo.

De acordo com um dos funcionários mais antigos do hotel, e que se reformou no passado mês de janeiro após 51 anos a receber hóspedes, e em declarações à cadeia de televisão norte-americana CNN, Frank Sinatra viveu no 25º piso, a Rainha Isabel e o Príncipe Philip ficaram nas Torres Waldorf em 1976, entre outros nomes sonantes como John Lennon.

Veja a nossa galeria em cima, onde poderá recordar o hotel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.