Localizado na margem sul do rio Douro, na localidade de Afurada, este hotel oferece uma estadia tranquila, ao mesmo tempo que garante proximidade com a cidade do Porto e todas as atrações que esta oferece.

As caves do vinho em Gaia, os passeios de barco no Douro, o centro histórico do Porto ou a zona da Ribeira são pontos de grande interesse, disponíveis o ano inteiro.

Para eventos culturais, pontuais, a norte, também aqui encontra uma cama extraordinária onde pode recuperar de andanças mais agitadas. E é mesmo esse um dos pontos fortes do hotel: a Sweet Bed, uma cama que obedece a elevados parâmetros de qualidade e conforto, garantia de uma boa noite de sono. Os quartos dispõem ainda de cortinas blackout que mantêm a escuridão mas também ajudam ao isolamento térmico.

Ibis Gaia
créditos: António Silva| Canela & Hortelã

Com uma decoração mais atual e moderna, com assinatura do atelier Archange, os espaços comuns tornam-se acolhedores e convidativos.

Ibis Gaia
créditos: António Silva| Canela & Hortelã

Esta é uma unidade 100% não fumadora, que disponibiliza quartos duplos, twin e quartos triplos. Com serviço wi-fi gratuito em todo o hotel, tem check-in disponível a qualquer hora. Na receção vai ainda encontrar informação útil à sua estadia, como meteorologia, preços e campanhas. O pequeno-almoço buffet é servido a partir das 4h00, em horário alargado até às 12h00, e dispõe de um serviço de refeições e snacks em funcionamento permanente. Um dos pormenores recentes é a cerâmica da Bordallo Pinheiro à mesa, a dar-nos um aconchego também à vista. O hotel disponibiliza ainda estacionamento gratuito no exterior.

No fim de semana em que visitámos o Ibis, tivemos ainda oportunidade de fazer algumas atividades que aqui deixamos de sugestão e podem ser realizadas de forma livre e autónoma, por quem visite esta unidade hoteleira.

O Cantinho das Aromáticas, pela proximidade, poderá ser o primeiro ponto de interesse a visitar, na região. Trata-se de uma quinta certificada pela sua produção biológica. Produzem e comercializam plantas aromáticas para as mais variadas finalidades. Não só para consumo em chás, mas também destinadas às indústrias de cosmética e de farmacêutica bio. A visita permite conhecer o percurso, desde a semente à planta, bem como algumas noções da aplicabilidade das mesmas. Possuem ainda uma loja e casa de chá onde se degustam os produtos que ali criados. Para além disso, promovem workshops de produção de plantas aromáticas, bem como de cozinha saudável.

Uma visita, pedonal, ao centro histórico do Porto, poderá ser feita de acordo com o tempo disponível ou interesse. O nosso passeio teve início na Torre dos Clérigos, famoso projeto do arquiteto italiano Nicolau Nasoni, que é possível visitar. Seguimos pela Rua Cândido dos Reis, o local da “movida” noturna. Uma vez chegados à praça Hulmberto Delgado, mais conhecida como Avenida dos Aliados, identifica-se no cimo o edifício da Câmara Municipal do Porto. É esta a principal sala de visitas da cidade.

O percurso segue pela Praça D.João I, onde fica o Rivoli, conhecida sala de espetáculos do Porto, em direção à Rua Passos Manuel. Um pequeno desvio nesta subida, na direção da rua de Santa Catarina, justifica-se pela possibilidade de visitar o glamoroso Café Majestic.

De regresso à rua Passos Manuel vai passar à porta de outro conhecido espaço de concertos: o Coliseu do Porto. Se o passeio já vai longo, vale a pena fazer uma paragem na tradicional Casa Guedes, localizada na Praça dos Poveiros, onde se pode comer sandes de pernil de porco (simples ou com queijo).

O passeio continua pela Praça da Batalha, onde fica localizado o Teatro Nacional S.João. Daí, aceda ao tabuleiro de cima da ponte D Luis I, e atravesse a ponte, com uma vista fabulosa sobre as margens do rio. Sugerimos que termine o passeio com a descida de teleférico ao Cais de Gaia. Uma vez cá em baixo, é só escolher uma wineshop para um brinde recompensador, opções é que não faltam.

Ibis Gaia
créditos: António Silva| Canela & Hortelã

O rio Douro é conhecido pelas suas belas pontes, assim, uma das hipóteses de apreciar a arquitetura e, ao mesmo tempo, a paisagem envolvente, é fazer o rio cruzeiro das Seis Pontes, com partida do Porto. Esta curta navegação permite apreciar a cidade do Porto, Património Mundial, bem como a foz de Vila Nova de Gaia com todas as suas caves de Vinho do Porto. O barco passa pela Ponte D.Luís I, Ponte do Infante, Ponte D.Maria Pia, Ponte de S. João, Ponte do Freixo e Ponte da Arrábida. A partir da embarcação, é possível admirar, com uma outra perspetiva, a zona histórica da Ribeira, o Mosteiro da Serra do Pilar ou a Igreja de Massarelos, entre outros monumentos.

O Ibis Gaia Porto insere-se no conjunto de hotéis acessíveis que,  hoje quem sai de casa por um tempo definido, procura. Bom preço, em sintonia com um serviço simpático e que dá resposta às suas necessidades mais imediatas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.