Para quem prefere viajar fora da época alta, com preços mais atrativos do que em julho e agosto, menos turistas e temperaturas mais amenas, são vários os eventos culturais e desportivos que justificam uma visita às ilhas portuguesas em junho, entre Surf, fogo de artifício, música ou cinema.

A Small Portuguese Hotels sugere os melhores alojamentos para ficar perto das principais festividades dos Açores e da Madeira, proporcionando uma experiência mais tranquila e autêntica.

Durante todo o mês de junho, o Fringe Festival vai passar pela Ilha do Pico com muitos filmes e curtas-metragens para ver.

Onde ficar: Aldeia da Fonte – Lajes do Pico, Açores

Aldeia da Fonte – Lajes do Pico, Açores
Aldeia da Fonte – Lajes do Pico, Açores créditos: DR

A cinco minutos a pé de Lajes do Pico, a Aldeia da Fonte é um resort ecologicamente sustentável, situado entre o Oceano Atlântico e a Montanha do Pico. Além de uma torre para observação de baleias, sessões de Ioga e um jardim com acesso ao mar, este hotel dispõe ainda de um fantástico restaurante com pratos regionais e vegetarianos.

Para quem gosta de desportos marítimos, entre os dias 23 e 25 de junho, a Praia do Areal de Santa Bárbara, na Ribeira Grande, São Miguel, recebe a Liga MEO Surf 2023, e este hotel dispõe de uma localização privilegiada para acompanhar toda a competição.

Onde ficar: Santa Barbara by Singular Properties – Ribeira Grande, Açores

Santa Barbara by Singular Properties – Ribeira Grande, Açores
Santa Barbara by Singular Properties – Ribeira Grande, Açores créditos: DR

No topo da falésia, mesmo por cima da praia de Santa Bárbara, este hotel é um autêntico santuário ecológico. Com uma paisagem única de areias negras, que contrastam com o azul do Oceano e o verde das montanhas, oferece um cenário idílico para relaxar junto à piscina, em harmonia com a natureza, ou com uma massagem terapêutica no Centro Wellness & Fitness. Os amantes de comida têm também à sua espera uma viagem pelo Oriente, da Índia ao Japão, numa descoberta de sabores autênticos, da autoria do chef André Santos.

Porque nos Açores também se vive o espírito dos Santos Populares, entre os dias 8 e 13 de junho as Festas de Santo António da Lagoa levam animação dos arraiais e a música de David Carreira e Bárbara Bandeira a Santa Cruz, em Lagoa, São Miguel.

Onde ficar: White Exclusive Suites & Villas – Lagoa, Açores

White Exclusive Suites & Villas – Lagoa, Açores
White Exclusive Suites & Villas – Lagoa, Açores créditos: DR

Num lugar único a poucos metros do mar, estas villas foram concebidas para quem procura desligar da rotina e desfrutar sem pressa de toda a beleza e quietude dos Açores. Além de várias atividades terapêuticas e de bem-estar, que incluem desde rituais exclusivos a hidroterapia ou tratamentos clássicos e alternativos, o hotel oferece ainda uma experiência gastronómica surpreendente no restaurante Cardume, um laboratório de sabores com o melhor da gastronomia local.

Também a Madeira celebra o início do verão com música, fogo de artifício e espetáculos memoráveis. Entre os dias 2 a 24 de junho, o Festival do Atlântico dá cor aos céus do arquipélago com a grandiosidade dos espetáculos de fogo de artifício que têm lugar todos os sábados, a par de uma série de iniciativas culturais.

Onde ficar: Sé Boutique Hotel – Funchal, Madeira

Sé Boutique Hotel – Funchal, Madeira
Sé Boutique Hotel – Funchal, Madeira créditos: DR

No coração da cidade, este boutique hotel fica a poucos metros da Catedral do Funchal e da zona histórica. Com uma intensa ligação visual entre o mar e a serra, o terraço do hotel oferece uma vista de 360º sobre a vida citadina, fazendo deste o local ideal para assistir aos espetáculos de fogo de artifício. Os hóspedes vão poder usufruir também da piscina interior e de massagens relaxantes que proporcionam momentos de verdadeiro conforto e serenidade.

Onde ficar: Casas Valleparaizo – Camacha, Funchal, Madeira

Casas Valleparaizo – Camacha, Funchal, Madeira
Casas Valleparaizo – Camacha, Funchal, Madeira créditos: DR

Numa propriedade de oito hectares, a dez quilómetros do Funchal, estas casas típicas madeirenses foram transformadas em charmosos chalets, de construção e decoração tradicional. Cada casa tem uma área de jardim para relaxar, ao som dos pássaros que as visitam e os hóspedes podem realizar visitas e atividades com os animais de quinta, passeios de bicicleta, golfe e até canoagem. A envolvência com a fauna e flora local, o contacto com os animais da quinta e o sossego da região tornam este espaço ideal para um retiro em família.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.