Um passeio à fábrica de chocolate local, onde os hóspedes aprendem a fazer uma variedade de doces com cacau. Uma sessão de ioga ao ar livre e, por fim, uma massagem com óleo. Este pode ser perfeitamente um programa que os clientes do hotel Nihi Sumba Island, na Indonésia, podem experimentar.

Eleito pela revista Travel & Leisure como o melhor hotel do mundo em 2016 e 2017, o Nihi foi originalmente fundado na década de 80 por um casal de surfistas que estava à procura da onda perfeita. Até 2012 tinha apenas nove cabanas. Mais tarde, os empresários Christopher Burch e James McBride visitaram a ilha com a família e compraram a propriedade.

Agora são 28 villas, todas com piscina privativa. Entre as muitas actividades que os viajantes podem experimentar estão: surf, snorkel, mergulho, stand up paddle ou um passeio a cavalo. Já o spa oferece uma boa variedade de tratamentos, ioga e um “SPA Safari” - programa de um dia de tratamentos numa cabana de bambu com vista para o mar. Na época alta, os alojamentos para cinco pessoas podem chegar aos 13 mil euros por noite. Já um quarto individual custa mais de mil euros/noite.

Faça ainda um passeio pelo Lake Weekuri, uma piscina natural de água salgada separada do Oceano por um penhasco. É possível viver um momento mágico nadando no lago de água azul clara com diferentes profundidades e fazer um piquenique cercado por árvores exuberantes.

O hotel, a 400 quilómetros de Bali ( uma hora de avião), é ainda considera um retiro de bem-estar, ao combinar os benefícios do ioga com a meditação, o movimento e a flexibilidade. Ou seja, uma jornada para equilibrar a mente, o corpo e a alma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.