É de origem medieval. A capa é feita de burel e o capuz é em bico para ajudar a escorrer a água da chuva. O tecido é impermeável porque a lã é prensada.

Pesponto
Pastor com parte do traje no Sabugueiro créditos: Who Trips

No entanto, apesar destas caraterísticas, a procura não é grande como nos referiu a costureira Alice Pinto do atelier Pesponto Moderno que produz estas peças em Seia. As pessoas não revelam um estimulo em vestir peças tradicionais e, por outro lado, a qualidade e a longevidade da matéria prima também não ajuda a uma procura mais frequente de novas unidades.

Pesponto
Burel aplicado em peças modernas créditos: Who Trips

“Praticamente só quando entram novos elementos em ranchos ou confrarias é que há necessidade de fazer esse tipo de traje. Quem já tem não precisa de renovar porque este tipo de vestuário pouco se desgasta”.

O burel que é utilizado hoje continua a ser feito na região da Serra da Estrela. Ganhou novas cores e não é tão pesado como no passado.

Pesponto
Hoje encontra-se burel em mais cores, apara além do castanho e cinza escuro créditos: Who Trips

Como salienta Alice Pinto “houve a necessidade de se produzir burel mais fino em comparação com o que era usado pelos pastores. O tecido ficou mais fácil de manobrar e também mais confortável para a pessoa que o vai usar.”

Pesponto
créditos: Who Trips

Por ser mais leve e mais fácil de manipular facilitou o trabalho das costureiras. Um pouco porque produzir uma capa de pastor ou outra peça em burel exige tempo, “tem de se adaptar os moldes ao corpo da pessoa que fez a encomenda. Depois tem de se verificar se assenta bem e só de seguida cortar a peça e costurar.”

Pesponto
Capa de confraria créditos: Who Trips

No pequeno atelier de Alice Pinto vi as peças mais tradicionais, como por exemplo uma capa de confraria com tons escuros. O espaço era partilhado com outras formas e cores mais vivas, o que lhe agrada porque consegue responder a dois tipos de clientes. Aos mais jovens que procuram uma capa moderna e que gostam de a usar e “também manter a tradição ao fazer cópias das que existiam antigamente”.

Os acessórios nas peças de burel são de produtos naturais. Por exemplo, os botões são de madeira, burel e pele natural. No forro utiliza o “xadrez que é predominante nesta região, em flanela, um tecido mais macio e com alguma percentagem de lã.”

Pesponto
Alice Pinto créditos: Who Trips

O traje do pastor tem outras peças como camisola em xadrez e calças que são em burel castanho.

Traje de pastor da serra da Estrela faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.