1. Vila de Monsanto

Já foi nomeada a “aldeia mais portuguesa de Portugal” e recentemente serviu de cenário para as gravações da nova série da saga Game of Thrones - House of The Dragon. É um lugar especial, onde o tempo parece ter parado. Ficar indiferente à sua beleza é tarefa impossível.

Casas construídas nas rochas, ruas estreitas que contam histórias antigas, e um castelo medieval que nos leva a caminhar um pouco mais perto do céu. É uma aldeia saída de contos de fada, onde apetece andar de mãos dadas e apreciar o silêncio que só a cumplicidade do amor pode trazer.

O património histórico da aldeia é rico e há muito para ver. Dois dias chegam, para explorar com calma o Castelo, as suas muralhas e tudo o que ainda guardam lá dentro: ver a vista do baluarte, descobrir a Igreja Matriz, o Pelourinho, a Antiga Capela do Socorro, a Porta de Santo António, a Capela de Santo António, a Igreja da Misericórdia, a Torre do Relógio, o Chafariz do Meio e tantas outras pequenas (grandes) coisas.

Leiam mais sobre a Aldeia de Monsanto aqui.

Hospedem-se no Sunset House, uma casa típica, bem localizada dentro da aldeia. Tem dois pisos e foi recuperada com materiais tradicionais. Está cheia de antiguidades e curiosidades e a lareira que aquece a sala torna tudo um pouco mais romântico, assim como o alpendre de onde podemos assistir ao pôr do sol. A anfitriã do Sunset House é uma cozinheira de mão-cheia. Do jantar ao pequeno almoço, tudo é caseiro e delicioso!

Saibam mais sobre o Sunset House aqui e espreitem a galeria de fotos em baixo.

2. Viana do Castelo

Situada entre o rio Lima e o oceano Atlântico, Viana do Castelo é uma das mais belas cidades portuguesas. Está repleta de edifícios históricos, bonitas ruas e as vistas dramáticas do Monte Santa Luzia — no topo do qual se encontra um imponente santuário neo-bizantino e as ruínas de uma aldeia da Idade do Ferro — que fazem qualquer um se apaixonar.

Mas o Santuário de Santa Luzia é apenas uma das atrações da cidade. O seu centro histórico tem vários pontos de interesse, desde a Igreja da Misericórdia, até ao Chafariz e os antigos Paços do Concelho.

Basílica de Santa Luzia, Viana do Castelo
Basílica de Santa Luzia créditos: DR

Almocem n’ “O Laranjeira” (Rua Manuel Espregueira, 24) que serve sabores tradicionais portugueses ou no igualmente bom Restaurante “Bota D'Água" (Largo João Tomás da Costa, 44). Parem numa das esplanadas da Praça da República para provar uma leve e saborosa Torta de Viana ou um doce e calórico Manjerico de Viana.

Visitem o Forte ou Castelo de Santiago da Barra, a Igreja de Nossa Senhora da Agonia, o Museu de Artes Decorativas e o Museu do Traje.

Ofereçam um Lenço dos Namorados à vossa cara metade. Os lenços são uma tradição no Minho e particularmente em Viana do Castelo. Terão surgido no século XVII nos salões senhoriais e foram mais tarde adotados pelas mulheres do povo, que lhe conferiram características próprias. Eram bordados, na adolescência, pelas jovens apaixonadas, que neles mostravam os seus sentimentos amorosos à pessoa amada. Para realizar esta obra, a rapariga utilizava os conhecimentos que possuía sobre o ponto de cruz, adquiridos na infância. Depois de bordado, o lenço ia ter às mãos do “namorado” ou “conversado” e conforme este o usasse publicamente ou não, definia-se o início de uma ligação amorosa. Hoje podem comprar estes bonitos lenços em lugares como a Casa Sandra (Largo João Tomás da Costa, n.º 46).

Lenços dos namorados
créditos: DR

Hospedem-se num quarto superior da Pousada de Viana do Castelo. Estes quartos tem uma pequena varanda romântica com vistas de tirar o fôlego!

Leiam mais sobre Viana do Castelo aqui.

3. Salvaterra de Magos

Salvaterra de Magos não é um destino que ocorra à maioria das pessoas quando se pensa em romance, mas quem por lá passou sabe que tem muito para oferecer neste capítulo.

Esta vila pacata do Ribatejo, rodeada por pinhais, pastagens, e campos férteis, costumava, há séculos, ser um dos locais privilegiados pela Corte portuguesa que aqui estabeleceu um Paço Real do qual hoje ainda restam a Capela e a Falcoaria. Aqui fica também a encantadora Aldeia de Escaroupim — uma típica aldeia piscatória, formada em meados dos anos 30 por pescadores oriundos da Praia da Vieira (Marinha Grande), e é daqui também que partem os barcos que nos mostram um dos lados mais bonitos do Tejo.

Rio a dentro. O Tejo como nunca o vi
créditos: Travellight

Durante um passeio rio a dentro, navegamos pela antiga estrada fluvial que em tempos ligava Salvaterra de Magos a Lisboa e podemos observar pássaros de várias espécies, cavalos lusitanos e uma das paisagens mais românticas que podem imaginar. Podem ler mais sobre Escaroupim e sobre o passeio no Tejo aqui.

Procuram uma experiência ainda mais especial? Então que tal levar a alma gémea até ao céu, literalmente, e marcar um voo de balão de ar quente? Sobrevoar o Ribatejo num balão colorido é algo que nunca mais se esquece!

Numa escapadinha do Dia dos Namorados as noites também são muito importantes e o lugar errado pode “esfriar” o clima de romance. Por isso escolham bem a hospedagem e fiquem no Salvaterra Country House & SPA, um jardim tropical escondido, com suites maravilhosas que vos vão fazer acreditar que viajaram até um destino tropical. Saibam mais sobre o Salvaterra Country House & SPA aqui.

4. Sintra

Dificilmente, há em Portugal uma vila mais romântica do que Sintra. Palácios, jardins, um castelo, aldeias pitorescas e belas praias — tudo se conjuga para criar um ambiente mágico e de contos de fada que faz bater forte o coração dos apaixonados.

Lugares a não perder pelos enamorados são: O Palácio da Pena, uma das melhores expressões do Romantismo arquitetónico do século XIX; a Quinta da Regaleira; o Palácio Monserrate e seus jardins; o Chalêt da Condessa D’Edla e o Palácio de Queluz. Um passeio de charrete pela vila e uma paragem na Piriquita para provar um travesseiro de Sintra, também são atividades obrigatórias.

Encontram o roteiro perfeito para explorar Sintra aqui.

Para continuar na senda do romantismo, podem dividir a hospedagem entre o Hotel Tivoli Palácio de Seteais — lugar onde dormiram príncipes e princesas, e o West Coast Design and Surf Villas onde podem acordar numa casinha ao pé do mar e observar as Azenhas do Mar em toda a sua glória.

Leiam mais sobre o Hotel Tivoli Palácio de Seteais aqui e sobre o West Coast Design and Surf Villas aqui. E espreitem a galeria de fotos abaixo.

Para mais inspiração e ideias para férias, escapadinhas e passeios, sigam-me no Instagram

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.